DestaqueMato GrossoMundoSaúde

Cacique Raoni líder indígena, tem quadro de saúde estável após ser internado com hemorragia digestiva em MT

O cacique Raoni Metuktire, de 89 anos, líder da etnia Kayapó, foi transferido de avião neste sábado (18) para hospital em Sinop Mato Grosso.

O quadro de saúde do cacique Raoni Metuktire – símbolo internacional da preservação dos direitos indígenas – é estável, conforme boletim médico divulgado neste domingo (19/07/20).

Ainda de acordo com o boletim, uma úlcera é o motivo provável para a hemorragia digestiva que causou a internação do cacique na última quinta-feira (16). Ele ainda fará exames para confirmar o diagnóstico.

Ele estava internado em um hospital de Colíder, a 648 km de Cuiabá, depois que passou mal. Raoni é conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos dos povos indígenas.

Cacique Raoni  — Foto: Divulgação/Assessoria

Cacique Raoni — Foto: Divulgação/Assessoria

O cacique Raoni, 89 anos, é um reconhecido ambientalista e defensor dos direitos dos povos indígenas e o mais antigo líder do grupo Kayapó, que vive em aldeias espalhadas nos estados do Mato Grosso e Pará. Sua incansável luta por demarcação de terras e proteção da Floresta Amazônica o levou a ganhar o respeito e admiração não apenas de seu povo, mas de todas as comunidades indígenas brasileiras, além de chefes de estado estrangeiros, como Emmanuel Macron e ambientalistas.

Raoni Metuktire nasceu por volta de 1930 e seu primeiro contato com homens brancos aconteceu em 1954. Ele ganhou projeção internacional nos anos 1980, liderando uma campanha global ‘Save de Rainforest’ (Salve a Floresta), juntamente com o músico Sting. Eles visitaram 17 países de abril a junho de 1989. A campanha foi muito bem sucedida e deu ao cacique Raoni a oportunidade de aumentar a conscientização mundial sobre desmatamento. Doze fundações para proteção da Floresta foram criadas para angariar fundos para a criação de uma reserva contínua abrangendo a Bacia do Alto e Médio Rio Xingu, entre o Mato Grosso e o Pará.

O sonho de Raoni era unir cinco territórios demarcados – Baú, Kayapó, Panará, Capoto/Jarina, Bàdjumkôre com o Parque Nacional do Xingu se realizou em 1993. As terras do Xingu foram unificadas, criando uma das mais importantes reservas florestais do planeta, com 280.000 km² – área superior ao Reino Unido.

Em 2010, Raoni saiu de sua aldeia, mais uma vez, para lutar pelos direitos dos povos indígenas. Ele opôs veementemente a construção da hidrelétrica de Belo Monte, um projeto que devastou uma extensa área de floresta, deslocou milhares de pessoas e afetou a sobrevivência de povos tradicionais que dependem do rio Xingu.

O comprometimento e determinação do cacique Raoni para defender os direitos dos povos indígenas é interminável. Em janeiro, ele realizou um evento histórico que reuniu na aldeia Piaraçu, mais de 600 representantes de 47 etnias indígenas para implementar uma estratégia de resistência contra a politica de desmatamento do atual governo brasileiro.

Mais que um embaixador que representa a proteção da Floresta Amazônica e seus habitantes tradicionais, Raoni é ‘um símbolo vivo da luta pela proteção do meio ambiente’, como disse uma vez o ex-presidente francês Jacques Chirac. O cacique foi nomeado para o Prêmio Nobel da Paz 2020.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios