DestaqueMato GrossoSaúde

Confresa e mais 6 municípios de MT tiveram suspeitas de febre amarela em 2019

Ainda de acordo com a SES, nenhum caso foi registrado nos 16 primeiros dias deste ano

No ano passado, nove casos de febre amarela foram notificados em Mato Grosso, mas nenhum foi confirmado, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Ainda de acordo com a SES, nenhum caso foi registrado nos 16 primeiros dias deste ano.

Em 2019, o maior número de suspeitas do caso foi registrado em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, com quatro notificações.

Uma suspeita de febre amarela foi registrada em Cuiabá, uma em Confresa, uma Itiquira, uma em Nossa Senhora do Livramento e uma em Pontes e Lacerda.

Brasil

De julho de 2019 a 8 de janeiro deste ano, 327 casos suspeitos de febre amarela em humanos foram notificados ao Ministério da Saúde, mas apenas um foi confirmado, no Pará.

Entre janeiro e junho de 2019, 14 pessoas morreram devido à febre amarela no Brasil.

Atualmente, o Brasil tem apenas registros de febre amarela silvestre, transmitida por mosquitos que vivem no campo e florestas. Os últimos casos de febre amarela urbana foram registrados em 1942, no Acre.

A febre amarela causa sintomas como dor de cabeça, febre baixa, fraqueza e vômitos, dores musculares e nas articulações. Em sua fase mais grave, pode causar inflamação no fígado e nos rins, sangramentos na pele e levar à morte.

Fonte:G1

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios