DestaqueMato GrossoPolícia

CUIABÁ -Desconfiada, avó coloca celular no quarto e grava o namorado estuprando sua neta

Ela deixou o suspeito por pouco tempo com a neta e foi o suficiente para ele cometer o abuso

Um homem de 41 anos foi preso nessa segunda-feira (27) após ser flagrado pela companheira, de 44 anos, abusando sexualmente na neta dela, de cinco anos.

O abuso teria acontecido na casa da avó da vítima, no Bairro Jardim União, em Cuiabá, no último sábado (25).

Conforme o boletim de ocorrência, a avó e o suspeito possuem um relacionamento há pouco mais de um ano, mas, recentemente, ela começou a desconfiar que ele estava lhe traindo.

O motivo foi que ela encontrou no celular dele alguns alguns e vídeos que insinuavam que ele havia mantido relação sexual com uma sobrinha dele de 18 anos, que sofre de problemas mentais.

Ainda desconfiada de possíveis ações erradas do companheiro, no sábado (25), a mulher resolveu filmá-lo longe de sua presença para ver como ele agia quando estava sozinho.

Ela deixou o celular em um quarto da casa e, quando o suspeito pediu que ela fosse comprar um refrigerante, ele ficou sozinho com as duas netas dela.

Ao retornar, ela pegou o celular, verificou o vídeo gravado e constatou que o companheiro havia estuprado a neta dela, de apenas cinco anos.

Prisão

Nessa segunda-feira (27), ela procurou a polícia e o denunciou. Uma equipe militar foi até o trabalho dele, no Bairro Santa Rosa, em Cuiabá, o prendeu e o encaminhou para a Central de Flagrantes de Cuiabá.

O Conselho Tutelar foi acionado e acompanhou a criança junto à mãe. Segundo a avó, o suspeito ainda a ameaçou de morte e ela está com medo por tê-lo visto com uma arma recentemente.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e ameaça.

O Livre.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios