Covid-19CuiabáDestaqueMato Grosso

Decreto suspende atendimentos e cirurgias eletivas em Cuiabá

Suspensão não alcança procedimentos eletivos considerados essenciais. A medida passa a valer nesta segunda-feira (15/03/21).

Um novo decreto assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro suspende agendamentos, atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas, em Cuiabá, por uma semana. A medida passa a valer nesta segunda-feira (15/03/21) e segue até o próximo domingo (21/03/21).

Em nota, o Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT) se manifestou contra o decreto e afirmou que entrará em contato com o município para que reveja a decisão no âmbito administrativo e, sendo necessário, acionará a Justiça para que o funcionamento dos serviços médicos e estabelecimentos assistenciais de saúde possam ser permitidos.

De acordo com a prefeitura, a suspensão não alcança procedimentos eletivos considerados essenciais, a qual a interrupção possa causar prejuízo relevante à saúde ou aumento da morbimortalidade do paciente.

Serão mantidos os atendimentos eletivos essenciais das seguintes áreas:

  • Oncologia
  • Nefrologia
  • Oftalmologia
  • Urologia
  • Cardiologia
  • Gestante de alto risco

 

As medidas, conforme o documento, são emergenciais e temporárias de prevenção ao contágio da Covid-19.

De acordo com o painel epidemiológico da capital, até neste último sábado (13/03/21), Cuiabá registrava 58.735 casos de coronavírus e 1.685 óbitos de residentes na cidade pela doença.

Além da suspensão dos serviços eletivos, o toque de recolher e restrições para funcionamentos de casas de shows, eventos e boates, devido ao novo aumento de casos ocorridos desde o início de 2020, continuam valendo.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios