DestaqueMato GrossoNotíciasPolícia

Empresa entrega 22 respiradores falsos em MT; pagamento é bloqueado

Fraude foi descoberta quando aparelhos chegaram na UPA do município

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), investiga a fraude supostamente praticada por uma empresa que vendeu respiradores pulmonares para a Prefeitura do município.

A ocorrência foi registrada, no final da tarde de quarta-feira (22), pela Secretaria de Saúde do município relatando que diante da situação da pandemia do coronavírus (Covid-19) foram adquiridos 22 aparelhos respiradores pulmonar, em processo de dispensa de licitação, sangrando-se como vencedora uma empresa com sede em Palmas (TO).

Na celebração do contrato, ficou estabelecido que o pagamento aconteceria após a entrega dos aparelhos, que ficou marcada para a data de 16 e 17 de abril, na cidade de Goiânia (GO). Diante do combinado, uma equipe da Prefeitura de Rondonópolis foi até a cidade para buscar os aparelhos. Antes de fazer o carregamento, foram batidas fotos dos equipamentos  e encaminhadas para Secretaria de Saúde, sendo demonstrado pelos adesivos que se tratavam dos ventiladores pulmonares.

Desta forma, o pagamento foi efetuado pela Prefeitura de Rondonópolis, porém quando os equipamentos chegaram na quarta-feira (22) na Unidade de Pronta Atendimento (UPA) foi constatado se tratar de uma falsificação, consistente em monitores com aparência de respiradores, sendo colocados adesivos e manuais de respiradores.

Antes que a equipe da Prefeitura descobrisse a fraude, um representante da empresa entrou em contato com UPA solicitando para que não abrissem as caixas dos aparelhos até o dia 04 de maio, ocasião em que um autorizado viria até a cidade para instalação dos equipamentos.

Assim que foi acionada do fato, a equipe da Derf Rondonópolis coordenada pelo delegado Santiago Rozeno Sanches iniciou as diligências, deslocando para cidade Palmas (TO), no início da madrugada de quinta-feira (23). O responsável pela empresa não foi localizado, porém foi possível realizar o bloqueio em conta de parte do pagamento realizado pela Prefeitura de Rondonópolis.

Folha Max

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios