BrasilCovid-19DestaqueVacina CoronaVac

Enfermeira Mônica Calazans é a primeira brasileira vacinada após aprovação da Anvisa

Minutos após a aprovação unânime do uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford feita pela Anvisa, a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, recebeu a primeira dose da CoronaVac ao lado do governador de São Paulo, João Doria

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca, a primeira pessoa foi vacinada no Brasil neste domingo (17/01/21). A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, há oito meses na linha de frente do combate ao coronavírus no Hospital Emílio Ribas, foi a primeira brasileira uma dose da vacina Coronavac em território nacional.

A aplicação da vacina foi feita minutos após a aprovação do uso emergencial da CoronaVac pela Anvisa. Ao lado do governador de São Paulo, João Doria, Mônica, foi vacinada e comemorou. Mônica tem perfil de alto risco para complicações da covid-19, já que é obesa, hipertensa e diabética.

A enfermeira se inscreveu para vagas de contrato por tempo determinado para atuar dentro do Hospital Emílio Ribas, mesmo ciente de que a unidade estaria no epicentro do combate à pandemia. “Quem cuida do outro tem que ter determinação e não pode ter medo. É lógico que eu tenho me cuidado muito a pandemia toda. Preciso estar saudável para poder me dedicar. Quem tem um dom de cuidar do outro sabe sentir a dor do outro e jamais o abandona,” disse.

Mesmo atuando na linha de frente, nem ela, nem o filho Felipe, de 30 anos, que mora com ela, se infectaram com a covid-19.

 

Correio Braziliense

 

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios