DestaqueEstradasMato Grosso

Estradas de Mato Grosso- Matéria Especial

Há uma semana nossa equipe de reportagem do Site Querência News fez uma expedição entre as estradas de Mato Grosso , sigam a história;

O dia ainda nem havia clareado e nossa viagem começou na BR-242, um trecho de asfalto que liga Querência no Estado de  Mato Grosso, que liga a BR-158 que está entre as 10 principais Rodovias do País.

Já na BR- 158 a poucos quilômetros do trecho mais discutido do momento e mais problemático, a anos a vida boa está perto de acabar.

A aventura começou mesmo em um lugarejo conhecido como Alô Brasil. Um pedacinho perdido no tempo esquecido pelo Brasil; Acredite se quiser, aí já teve farmácia, Posto de Combustíveis e até Posto Telefônico, daí o nome entendeu !?  Agora está assim , encontra-se apenas uma lanchonete e um restaurante. Más este lugar já foi um  importante ponto de apoio para a abertura de áreas , tanto no Vale do Araguaia quanto no Xingu. Ao chegar recebemos a informação de que no dia anterior centenas de caminhões se aglomeraram ali, pois era impossível de seguir viagem, devido aos atoleiros na Rodovia.

Más a nossa viagem seguia mesmo por uma outra estrada, que dá acesso a cidade de Bom Jesus do Araguaia , mal entramos na estrada de chão e a chuva começou a cair , o que seria uma atônita em quase toda Jornada.

Chegando em Bom Jesus , descobrimos que este foi um dos melhores trechos que passamos . Acredite e acompanhe o  nosso desafio ( matéria em vídeo acima). Agora chegando na MT- 433 que vai a Serra Nova Dourada , a coisa começou a piorar . Logo no início veja só, um desafio recorrente não só na região más em todo o Estado, pontes de madeira quebradas, intransitáveis ,e sem notícias do Poder Público. Más seguimos a diante .

Depois de mais de uma hora de viagem, para percorrermos pouco mais de 60 km , chegamos em Alto Boa Vista , debaixo de muita chuva, passamos  pelo Distrito de Chapadinha, e também no Trevo que dá acesso a Luciara.

Depois da chuva  ter diminuído  seguimos em nossa saga . Logo passamos por Boiadeiros  retirando a boiada de áreas alagadas. Seguimos agora pela BR-242 , em direção a São Félix do Araguaia.

Devido a alguns percalços , demos uma parada para o almoço e tivemos que passar a noite em São Félix, um município que está entre os mais históricos da região, 44 anos de emancipação e mais de 80 de formação, o Rio Araguaia a principal atração devido as chuvas, sobe um pouco. Bom mais isso é assunto para outro dia , depois resolvidos os percalços , voltamos a estrada.

Sem exagerar o que podemos ter como conclusão , é o retrato de um Brasil esquecido.

Voltando para as rodovias de maior preocupação no momento da região , encontramos na BR- 158 uma placa que parece não fazer muito sentido , contrato firmado com uma empresa , no valor de  Dezenove  Milhões e Quinhentos Mil Reais (R$ 19.500,000,00). Esse valor seria para a manutenção das estradas , que na verdade parecem não fazer. Empresa esta que tem problemas na justiça, más o foco no momento não é este e sim as estradas.

Passamos pela bifurcação de duas principais rodovias da região , principais por que são extremamente necessárias para o escoamento da Safra, o Caminhoneiro Marcelo Adriano nos cedeu uma entrevista onde mostra sua indignação  .(matéria em vídeo acima).

Más mesmo voltando em um dia de pouca chuva,  a reclamação é recorrente. Temos imagens de colaboradores mostrando a realidade das estradas em questão.

Não seguimos adiante. más esperamos que o apelo por mais infraestrutura nesta região trabalhadora seja atendido.

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios