AgriculturaBrasilDestaqueNotícias

Estrangeiros já são donos de quase 4 milhões de hectares no Brasil; portugueses e japoneses lideram

Minas Gerais é o estado com mais hectares na mão de estrangeiros, de acordo com dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária

Está em discussão no Congresso um projeto de lei que pode facilitar a compra de terras no Brasil para estrangeiros. O texto não foi bem recebido pelo setor produtivo, que teme problemas de concorrência e riscos à soberania do país. Além disso, dados governamentais demonstram que, apesar das restrições impostas pela legislação brasileira atual, mais de 1% das áreas rurais já pertencem a pessoas ou empresas de outras nacionalidades.

Oficialmente, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) aponta que 3,98 milhões de hectares de terras agrícolas no Brasil pertencem a pessoas de outras nacionalidades, empresas estrangeiras ou empresas brasileiras constituídas ou controladas por estrangeiros. Mas, em planilha enviada à reportagem do Canal Rural pela entidade, com dados detalhados retirados do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR), a área total soma aproximadamente 3,64 milhões de hectares.

Raio-X das terras nas mãos de estrangeiros

Pelos dados do SNCR serem auto declaratórios, eles apresentam falhas. Há proprietários estrangeiros que não informaram a nacionalidade ou ainda deixaram em branco o campo de área total dos imóveis rurais que possuem. Por conta disso, a expectativa é de que o país possua mais territórios em posse de estrangeiros do que marcam os registro.

Com base nas declarações preenchidas em detalhes no SNCR, é possível extrair que Minas Gerais é o estado com maior concentração de terras compradas por pessoas ou empresa de outros nacionalidades (943,5 mil hectares), seguido por Mato Grosso (402,3 mil hectares) e São Paulo (351,4 mil hectares).

As nacionalidades que têm maior porção de terras brasileiras são portugueses (643,8 mil hectares), japoneses (358 mil hectares), libaneses (259,3 mil hectares) e italianos (136,6 mil hectares).

O Canal Rural ouviu de fontes que a China é um dos principais países interessados em adquirir terras agrícolas no Brasil. Atualmente, o gigante asiático está na 21ª posição de países com propriedades em território brasileiro, com 9,7 mil hectares.

Já em número de proprietários, a nacionalidade mais incidente entre os estrangeiros donos de áreas rurais no Brasil é a japonesa, com 5.360 donos de imóveis. Os portugueses vêm atrás, com 4.191 proprietários, seguidos por 1.705 italianos.

 

Canal Rural

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios