DestaqueGoiásPolícia

Estudantes de Direito são presos após comprarem maconha enviada pelos Correios, em Aragarças (GO)

Droga estava sendo monitorada pela Polícia Civil, e foi enviada pelo Sedex por um morador de Curitiba (PR).

Dois jovens, de 20 e 21 anos, estudantes do Curso de Direito de uma faculdade de Barra do Garças (MT), foram presos em flagrante pela suposta prática do crime de tráfico de drogas.

De acordo com apurações da Polícia Civil de Aragarças (GO), os jovens adquiriram 01 tablete de maconha, pesando cerca de 1/2 kg, através da internet, oferecido por um homem nas redes sociais, morador da cidade de Curitiba (PR).

Segundo os dois, pagaram o valor de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) na droga, que foi enviada pelos Correios por meio do serviço de Sedex, com destino a um endereço na cidade de Aragarças (GO).

Com as informações, uma equipe de policiais civis da DPC de Aragarças (GO) passou a acompanhar o objeto, que estava embrulhado com papel carbono e papel alumínio, dentro de uma bomba de ar.

Após a prisão, os jovens foram encaminhados ao hospital local para exames clínicos e posterior apresentação à autoridade policial para a lavratura do APF. Em seguida, foram entregues na Unidade Prisional de Aragarças-(GO), onde estão à disposição da justiça.

A operação deflagrada recebeu o nome do de Operação Delivery II.

 

O Âncora MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios