DestaqueMato GrossoNotícias

Governo finaliza manutenção emergencial e veículos pesados voltam a trafegar pela MT-322

Carretas e caminhões que estavam parados na rodovia já seguiram viagem

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), executou emergencialmente a manutenção na rodovia não-pavimentada MT-322, na região Araguaia, em Mato Grosso, e recuperou a trafegabilidade da rodovia. Com isso, os veículos, principalmente os de carga, já estão transitando normalmente pela estrada.

 

Recuperação da MT-322; Foto – Sinfra.

A manutenção foi realizada em dois pontos principais da MT-322: em um trecho após a Comunidade do Distrito de Espigão do Leste em direção a uma região conhecida como Baianos, e  em outro trecho, após os Baianos. Nesses locais, as incessantes chuvas que caíram na região recentemente prejudicaram a qualidade da estrada, o que atrapalhou especialmente a circulação de veículos pesados.

Em uma rápida ação do Governo de Mato Grosso, foram destinados máquinas e equipamentos para restabelecer a trafegabilidade da rodovia. As carretas e caminhões, que tinham mais dificuldade em transitar devido ao peso das cargas e que aguardavam a conclusão dos serviços, já seguiram viagem.

“Estamos em um período de chuvas e elas estão concentradas nessa região, mas o Governo está atento e, toda vez que for preciso, o Governo voltará a fazer os serviços que forem necessários para assegurar trafegabilidade, garantir o escoamento da produção e o direito de ir e vir do cidadão”, disse o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

 

 

Recuperação da MT-322; Foto – Sinfra.

Além dessa ação, a MT-322 já havia recebido serviços de manutenção ao longo dos seus 191 quilômetros de extensão, que foram executados ainda no ano passado. Agora a  previsão é de que haja a contratação de empresa específica para realizar a manutenção rotineira da rodovia, ao longo de todo o ano. Um Plano Anual de Trabalho e Orçamento (PATO) já está dentro do planejamento para ser licitado pela Sinfra.

Já a respeito da pavimentação da rodovia, o secretário Marcelo de Oliveira explicou que está sendo discutida uma via alternativa para a MT-322, em razão das complexidades que envolvem a pavimentação dessa rodovia, por ela cruzar as áreas das reservas indígena Marãiwatsédé e do Parque do Xingu.

“Como a MT-322 está dentro da zona de amortecimento da reserva indígena Marãiwatsédé, nós estamos buscando uma solução. Os prefeitos do Araguaia, junto com a associação dos produtores, estão conversando com escritórios de projetos para elaborar o projeto executivo da pavimentação da MT-109 em Querência”, pontuou o secretário.

Por Karine Miranda/Sinfra-MT.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios