AgronegócioDestaqueMato GrossoNotícias

Incêndios em fazendas de MT causam prejuízo de cerca de R$ 30 milhões

Incêndios foram registrados em plantações nos municípios de Sapezal e Diamantino. Fogo destruiu lavouras, fardos de algodão já colhidos e uma colheitadeira.

Os dois incêndios registrados nas fazendas do Distrito de Deciolândia, em Diamantino, e de Sapezal, nessa sexta-feira (14/08/20), causaram prejuízo de quase R$ 30 milhões aos proprietários.

O fogo destruiu lavouras, fardos de algodão já colhidos e uma colheitadeira de uma das fazendas atingidas.

 uma das fazendas atingidas.

Incêndio destrói grande lavoura de algodão — Foto: DivulgaçãoIncêndio destrói grande lavoura de algodão — Foto: Divulgação

Na Fazenda Terra Santa, em Deciolândia, estima-se que foram destruídos três mil fardos de algodão. Segundo o grupo responsável pelas terras, o prejuízo é de R$ 18 milhões.

Maquinário destruído na Fazenda Terra Santa, em Diamantino (MT) — Foto: DivulgaçãoMaquinário destruído na Fazenda Terra Santa, em Diamantino (MT) — Foto: Divulgação

A empresa informou que o fogo começou na fazenda vizinha, mas, devido aos ventos fortes, se espalhou pela plantação. Fardos da pluma que estavam no pátio prontos para serem processados também ficaram destruídos.

Funcionários de outras fazendas próximas da região deram apoio no combate às chamas usando caminhões-pipa e um avião de pequeno porte.

O que queimou representa 3,5% da produção do grupo Terra Santa.

Fardos de algodão já colhidos foram destruídos pelo fogo — Foto: Divulgação

Fardos de algodão já colhidos foram destruídos pelo fogo — Foto: Divulgação

Já na Fazenda Três Lagoas, em Sapezal, a estimativa é que foram destruídos 1,8 mil fardos de algodão. O prejuízo causado é de cerca de R$ 11,7 milhões.

As chamas foram controladas pelos funcionários do local, vizinhos e Corpo de Bombeiros.

As duas empresas informaram que os eventuais prejuízos financeiros são cobertos por planos de risco, e que as colheitas continuarão.

Queimadas em MT

De 1º a 10 de agosto, foram 11.770 focos de calor em MT, sendo que 81,5% em propriedades particulares

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) informou que já foram arrecadados R$ 16 milhões por crimes ambientais (flora, fauna e empreendimentos), de janeiro a julho deste ano.

Até julho de 2020, segundo a secretaria, foram aplicados R$ 14,6 milhões em multas por queimadas, em Mato Grosso.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios