DestaqueMato GrossoSaúde

Indígenas temem avanço de Covid-19 e fecham aldeias em Tangará da Serra (MT)

Na terra indígena Rio Formoso, que fica a 70km do centro de Tangará da Serra, vivem 215 pessoas divididas em 8 aldeias.

As aldeias do povo Paresí, na região de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, estão fechadas para evitar a contaminação indígenas por Covid-19. A decisão atende a uma portaria da Fundação Nacional do índio (Funai).

Na terra indígena Rio Formoso, que fica a 70km do centro de Tangará da Serra, vivem 215 pessoas divididas em 8 aldeias.

Essa região é um importante ponto turístico e mesmo fechada os indígenas têm reclamado da falta de consciência de algumas pessoas que tem insistido em visitar o lugar e isso tem gerado preocupação do cacique da aldeia, Nelsinho Zaizomae, que teme a contaminação dos moradores.

“No momento nós não estamos recebendo ninguém por causa dessa doença. Então é uma coisa preocupante e neste momento estamos pedindo ajuda dos governos municipais, estadual e federal e vamos vencer essa pandemia que está no mundo todo”, afirma.

A preocupação dos indígenas é grande porque em outras aldeias do estado existem confirmações de casos da Covid-19, inclusive mortes. Na aldeia Umutina, que fica em Barra do Bugres, moradores testaram positivo e pelo menos uma morte já foi confirmada, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

No Brasil, pelo menos 10 mil indígenas estão contaminado com o novo coronavírus, tanto que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, determinou nesta quarta-feira (08/07/20), que o governo federal adote uma série de medidas para combater a pandemia nas comunidades indígenas e evitar a mortalidade pela Covid-19.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios