DestaqueFeminicídioMato GrossoPolíciaTangará da Serra

Jovem de 21 anos morre asfixiada por companheiro dentro de casa em cidade de MT

Marido confessou ter agredido e empurrado a companheira, mas negou que tenha sido intencional

A jovem Cristiane da Conceição Silva, de 21 anos, foi assassinada pelo marido em uma residência na cidade de Tangará da Serra (a 240 km de Cuiabá), na madrugada de quarta-feira (17/08/22). O suspeito admitiu ter agredido e empurrado a companheira, mas negou que tenha sido intencional.

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito alegou aos policiais civis que durante a madrugada estava com a esposa e a filha em casa quando escutou o barulho de um copo caindo.

Ao ir até a cozinha, ele encontrou o corpo da mulher caída no chão e tentou reanimá-la.

Ele conversou com a vizinha, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os socorristas ficaram por mais de 40 minutos fazendo manobras de ressuscitação e, depois, levaram-na para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Na unidade de saúde, foi constatado que Cristiane sofreu uma parada cardiorrespiratória e que tinha falecido.

Durante a necropsia, foi apontado que a mulher tinha sido morta por asfixia mecânica, e não por morte natural ou por queda acidental. Com as informações, os agentes da Polícia Civil interrogaram novamente o suspeito.

No interrogatório, o homem manteve a versão narrada no boletim de ocorrência registrado por ele. Ao ser informado sobre o resultado da perícia, que indicou morte violenta, ele confessou que havia matado a esposa e que não teria sido intencional.

Conforme o suspeito, ele teria reagido a uma agressão e empurrou a vítima, que caiu e bateu a cabeça, negando que tenha asfixiado a mulher. O autor do crime foi autuado em flagrante pela Polícia Civil pelo crime de homicídio qualificado em feminicídio e encaminhado ao centro de detenção de Tangará da Serra.

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios