DestaqueMato GrossoPolícia

Jovem é preso suspeito de estuprar menino durante jogo ‘verdade ou desafio’ em casa abandonada em MT

Suspeito de 18 anos brincava de 'verdade ou desafio' com outras crianças no local, na frente de uma escola. A criança teria se recusado a cumprir desafio e foi segurada por outro garoto, de 11 anos, e pelo braço, enquanto o suspeito a estuprou.

Jovem foi preso suspeito de estuprar menino durante jogo 'verdade ou desafio' em casa abandonada em Várzea Grande — Foto: Polícia Militar de Várzea Grande/DivulgaçãoJovem foi preso suspeito de estuprar menino durante jogo 'verdade ou desafio' em casa abandonada em Várzea Grande — Foto: Polícia Militar de Várzea Grande/Divulgação

Jovem foi preso suspeito de estuprar menino durante jogo ‘verdade ou desafio’ em casa abandonada em Várzea Grande — Foto: Polícia Militar de Várzea Grande/Divulgação

Um jovem foi preso nessa segunda-feira (18) suspeito de ter estuprado um menino de 9 anos em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu em uma casa abandonada, na frente de uma escola, no bairro Parque do Lago.

A mãe da criança soube do caso por outra criança. De acordo com a família, o suspeito, de 18 anos, brincava do jogo ‘verdade ou desafio’ com o menino e outras crianças.

Durante a suposta brincadeira, o rapaz desafiou o menino para que ele abaixasse as calças. A criança teria se recusado e foi segurada por outro garoto, de 11 anos, e pelo braço, enquanto o suspeito a estuprou.

A mãe do menino foi até a escola, onde esse garoto de 11 anos estuda, e o menino confirmou o que aconteceu com a vítima.

O jovem foi localizado na casa dos pais dele, no bairro Parque São João. A criança reconheceu o rapaz como autor do crime. O suspeito foi levado à Central de Flagrantes de Várzea Grande. Ele ainda teria feito ameaças à vítima.

Os pais da criança de 11 anos também foram até a delegacia e acompanharam o caso.

O suposto estupro será investigado pela Polícia Civil. O menino passará por exame de corpo de delito.

Fonte: G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios