DestaqueFacção CriminosaMato GrossoPolícia

Líder de facção criminosa morre durante confronto com a polícia em Matupá

Homem de 35 anos, que não teve seu nome divulgado, morreu durante uma troca tiro com policiais na tarde de segunda-feira (27/02/23), em Matupá (695 km ao norte de Cuiabá). A suspeita é de que ele seria um dos principais líderes de uma facção criminosa no município.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais militares tinham informações sobre o tráfico de drogas na região. Assim passaram a fazer rondas no endereço identificado.

Nas imediações, o suspeito foi flagrado trafegando em um Corsa Classic e de imediato foi dado sinais sonoros para que parasse. O acusado estava armado e atirou contra os policiais.

Durante troca de tiros, o suspeito foi atingido e chegou a ser encaminhado ao Hospital Regional, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu. Com ele, foram encontrados 13 porções de cocaína, além de munições intactas calibre 45.

Esse é o sexto homicídio praticado por arma de fogo em um intervalo de 4 meses envolvendo o tráfico de drogas no município. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios