DestaqueMato GrossoNotíciasSaúde

Líder do Alto Xingu morre com Covid-19 em hospital de Goiânia

Aritana Yawalapitit começou a passar mal com sintomas da doença, foi internado em MT e depois transferido paraa capital goiana, onde ficou cerca de duas semanas lutando contra a doença.

Líder do Alto Xingu, Aritana Yawalapiti, de 71 anos, morreu vítima da Covid-19 nesta quarta-feira (5), em Goiânia. A informação foi confirmada ao G1 MT, por telefone, pela assessoria de imprensa do Hospital São Francisco.

Aritana ficou cerca de duas semanas lutando contra a doença internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, respirando com ajuda de aparelhos. Na unidade, o estado dele chegou a passar de grave para gravíssimo no dia 29 de julho.

Evolução do quadro

Aritana estava em casa com a família quando começou a sentir os primeiros sintomas. O líder fez o teste para Covid-19, que acusou que ele estava infectado.

No final de semana dos dias 18 e 19 ele foi internado em uma UTI em Canarana, a 838 km de Cuiabá. Dias depois, ele foi transferido para continuar o tratamento em Goiânia.

Liderança indígena

Aritana Yawalapiti assumiu a liderança do Alto Xingu por volta 1980. Desde então, ele é reconhecido por lutar pela defesa dos povos indígenas, principalmente pela preservação das terras já conquistadas.Aritana Yawalapiti, líder do Alto Xingu — Foto: Antônio Carlos BanavitaAritana Yawalapiti, líder do Alto Xingu — Foto: Antônio Carlos Banavita

Cacique desde os 19 anos, ele era um dos mais antigos e respeitados líderes da região.

Nas redes sociais, muitos representantes indígenas e instituições falaram da falta que Aritana fará a todos. Nas mensagens, eles exaltam a luta dos povos indígenas e como o cacique sempre fez parte dela.Homenagens a Aritana Yawalapiti — Foto: Reprodução/InstagramHomenagens a Aritana Yawalapiti — Foto: Reprodução/Instagram

Segundo as publicações em homenagem a Aritana, novas lideranças devem surgir inspiradas na sabedoria dos ensinamentos de anciãos como ele.

Entre as mensagens em honra à vida e história de Aritana, está a escrita nas redes sociais do neto do cacique Raoni Metuktire, Patxon Metuktire:

“Quando morre um cacique, a comunidade perde um líder. Quando morre um mestre e um ancião, é um livro cheio de informações que se fecha para sempre”.

Homenagens a Aritana Yawalapiti — Foto: Reprodução/Instagram

Homenagens a Aritana Yawalapiti — Foto: Reprodução/Instagram

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios