DestaqueLucas do Rio VerdeMato GrossoPolíciaPrisão

Lucas do Rio Verde- ‘Princesinha macabra’ suspeita de gravar vídeo de assassinato de jovem é presa

Procurada por participar e filmar um crime bárbaro, Emanuely Souza, de 22 anos, foi presa nesta tarde de quarta-feira (02/02/22), em uma residência no bairro Rio Verde, em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá). Ela foi identificada como uma das participantes do homicídio que decapitou Gediano Silva, de 19 anos.

A suspeita foi presa por volta de 17h. De acordo com delegado Marcelo Madaime, que participou da prisão da jovem, ela nunca deixou o município de Lucas do Rio Verde. Ela foi pega de surpresa em sua residência, que funcionava como ponto de tráfico de drogas.

Ela atuaria ainda na posição de “disciplina” na hierarquia da facção criminosa, com a responsabilidade de praticar execuções e cobrar dívidas. A prisão foi filmada e transmitida por uma live da página Terra MT Digital, no Facebook.

“Acabei de conversar com ela, ela está negando, mas as tatuagens por si só já indicam que é ela, isso é de praxe do criminoso. A Emanuely faz parte de uma organização criminosa e é da índole desses criminosos permanecer em silencio, mas temos elementos suficientes de prova”, explicou o delegado.

 

Emanuelly estava bastante ativa nas redes sociais, mesmo após o crime. Na última publicação da ‘Princesinha Macabra’, como é conhecida na cidade, ela responde uma provocação de um seguidor no Instagram, que diz que ela ‘tá com o rabo entre as pernas com medo de ser presa’.

 

“Ela não demostrou nenhum ressentimento, estava postando fotos nas mídias e dizendo que a polícia não iria pegá-la, desafiando as forças de segurança”, disse Marcelo. 

Esta é a segunda prisão realizada nos últimos dias pela Polícia Civil contra envolvidos no homicídio qualificado, que chocou a população de Lucas do Rio Verde.

 

Na noite de 26 de janeiro, policiais civis e militares localizaram e prenderam o principal envolvido no crime, um homem de 21 anos. Com ele foi encontrado o veículo Gol e uma arma que, provavelmente, foi usada para cometer o crime. No veículo foram encontrados vestígios de sangue humano. O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado e também identificado como autor de um segundo crime, uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de janeiro, contra um adolescente, no bairro Rio Verde.

O caso

Gediano foi executado na terça-feira (25/01/22) e teve sua cabeça decepada. Posteriormente, os criminosos arremessaram o membro do jovem em um dos principais cruzamentos da cidade e o corpo foi jogado dentro do rio Piranha.

 

Na sexta-feira (28), começou a viralizar em grupos de mensagens um vídeo gravado pelos criminosos no momento da execução. Na gravação, é possível ver o menor ajoelhado e sendo coagido por diversas pessoas.

 

Em um dado momento é possível ver que há uma mulher junto ao grupo, que dá o comando para que o restante dos presentes executem Gediano. Até o momento, 4 pessoas já estão presas.

 

Gazeta Digital

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios