DestaqueMato GrossoNotícias

Morre de infarto esposa do cacique Raoni; medo da Covid impede socorro, diz neta

Morreu, aos 90 anos, na aldeia Metuktire, no parque do Xingú, a líder indígena Bekwyjkà Metuktire, esposa do Cacique Raoni. “Com a saúde já bastante comprometida e bem debilitada devido a idade avançada, Bekwyjkà teve complicações devido a um infarto agudo do miocárdio, seguido por acidente vascular encefálico, informa o Instituto Raoni.

A informação foi divulgada nesta-quarta (24/06/20) .A neta, Mayalú Txucarramãe, descreveu que, “por medo da pandemia do COVID-19 ela não foi removida para a cidade, ela não aguentou e acaba de nos deixar, meu avô está arrasado pela perda de sua companheira, conselheira e matriarca”, informou, em sua conta no Twitter.

“Nascida na antiga aldeia Kapot, em 1930, filha do cacique Tapiete e Kokoyaumti Metuktire, Bekwyjkà conheceu o cacique Raoni ainda muito jovem. Tanta história, tanta luta, tanta ternura e tanto companheirismo”, descreve o instituto, que registra o carinho de Raoni para com Bekwyjkà:  “Olhei para o céu e de longe vi uma estrela, a mais bela de todas e na minha admiração, ela se aproximou e desceu aqui na terra. Então pude ver que ela era ainda mais linda… essa é a minha estrela”.

O instituto acrescenta que os dois tiveram “um amor verdadeiro, o forte o bastante para estar do lado do cacique Raoni por mais de 8 décadas e com ele construir uma bela família, mãe de Kokonã, Bekwyjrày, Kokotô, Prejky, Atoronget, No`ôktire (em memória), Ymoro (em memória) e Tedjê (em memória)”. “Hoje a estrela Bekwyjkà volta a brilhar no céu e nós continuamos a admirá-la, ainda que nossos corações estejam entristecidos, somos gratos pela oportunidade de tê-la conosco. Siga em paz Bekwyjkà, que sua passagem seja iluminada, que sua família seja confortada e que nosso Cacique Raoni seja amparado por todo amor e carinho que sempre recebeu de sua amada esposa”.

 

Só notícias

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios