AcidenteDestaqueMato Grosso do SulNotícias

MS- Delegado especialista em casos de furto de gado morre em acidente com caminhão boiadeiro

Mikail Faria tinha assumido a recém-criada delegacia especializada em crimes rurais, em Mato Grosso do Sul, e voltava de uma operação contra abigeato

O delegado Mikail Faria, que assumiu a recém-criada Delegacia Especializada de Combate a Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro), em Mato Grosso do Sul, morreu nesta quinta-feira,(06/05/21).

De acordo com a nota oficial da Polícia Civil, ele foi vítima de um acidente de carro na BR–060, entre Sidrolândia e Campo Grande, quando voltava de uma operação contra furto e roubo de gado, em Ponta Porã. O carro do policial acabou colidindo com um caminhão boiadeiro.

“O delegado foi resgatado por militares do Corpo de Bombeiros e encaminhado, em estado grave, para o Hospital Santa Casa de Campo Grande com múltiplas fraturas, mas não resistiu aos ferimentos”, comunica a polícia.

Trajetória do delegado

Delegado Mikail Faria 

Foto: Polícia Civil de Mato Grosso do Sul/divulgação

 

Mikaill Faria tinha 42 anos e passou a fazer parte dos quadros da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul em 2014, quando foi aprovado em concurso público e lotado na Delegacia de Polícia de Amambai. Ao se destacar na fronteira, logo foi promovido a Delegado Regional Adjunto da Delegacia Regional de Ponta Porã, em 2018.

No fim de 2019, Mikaill foi transferido para a capital e trabalhou na 1ª e na 6ª Delegacia de Polícia, local onde atuou até o último dia 3 de maio, quando foi designado a assumir a titularidade da mais recém criada Delegacia Especializada de Combate a Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro).

Mikaill Alessandro deixa um filho pequeno, familiares e muitos amigos enlutados. “A Polícia Civil se une a estes amigos e familiares no lamento à perda do delegado, que deixará muitas saudades”, diz a nota.

Informações sobre velório e enterro serão passadas assim que for definido horário e local.

 

Canal Rural

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios