DestaqueMato GrossoPolíciaSinop

MT- Delegado é investigado por suspeita de atirar no carro da ex-mulher dele e agredi-la

Mulher afirmou que já sofreu outras agressões e que, na semana passada, o ex-marido atirou na direção dela.Corregedoria da Polícia Civil abriu investigação, mas não afastou o delegado.

O delegado Bráulio Cunha Junqueira, de 45 anos, está sendo investigado por suspeita de ter atirado na ex-mulher dele e agredido a vítima em Sinop, a 503 km de Cuiabá. A agressão teria ocorrido na última quinta-feira (15/07/21) e veio à tona nesta segunda-feira (19/07/21).

O delegado negou as acusações. (Veja a versão dele no final da matéria).

A ex-mulher denunciou o caso à Polícia Civil e ao Ministério Público de Mato Grosso (MPMT). No sábado (17), a juíza Giovana Pasqual de Mello, de Sinop, concedeu medidas protetivas à vítima.

A mulher afirmou que já sofreu outras agressões e que, na quinta-feira, Bráulio atirou na direção dela. O tiro atingiu o carro onde ela estava. Em seguida, o delegado teria agredido a mulher.

Em nota, a Polícia Civil de Mato Grosso informou que a Corregedoria da instituição ‘’tomou conhecimento dos fatos pela Delegacia Regional de Sinop e está acompanhando a situação’’.

Bráulio responde pela Divisão de Homicídios de Sinop. A Polícia Civil disse que ele não foi afastado das atividades.

Segundo a polícia, a ex-mulher do delegado recebeu atendimento da Polícia Civil. Também foi realizada a perícia no veículo para verificar de que forma a situação ocorreu.

A Policia Civil informou também que há apenas um registro de violência doméstica envolvendo a mulher e o delegado.

Versão do delegado

 

Ao G1, por telefone, o delegado negou todas as acusações. Ele disse que a ex-mulher que foi até a casa dele e arrebentou o portão da residência com um carro. Bráulio disse que a mulher tem problemas emocionais e não faz acompanhamento profissional.

“Não aconteceu nada disso. Estamos em um processo de divórcio e envolve a guarda da nossa filha. Ela tem algum distúrbio emocional, ou mental, e sofre de surtos psicóticos”, disse.

 

Bráulio afirmou que também tem medidas cautelares contra a ex-mulher, além de ter registrado queixas contra a ex.

“Ela chegou na minha casa na quinta-feira arrebentou o portão da minha casa. Fiz um disparo no veículo para parar. Até então eu não reconheci quem era, o carro estava preso no portão e vi que era ela”, afirmou.

 

Bráulio afirma que retirou a mulher do veículo e em seguida ela fugiu.

Ainda conforme o delegado, a ex-mulher mentiu ao Ministério Público ao acusá-lo das agressões.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios