DestaqueEstupro de vulnerávelMato Grosso

MT- Garota de 13 anos é obrigada a fazer sexo oral em amigo da família

Um homem foi preso acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos, filha de um amigo. O caso aconteceu há mais de 15 dias, no entanto, a menor só relatou à família nesta quinta-feira (28/10/21) após ver o acusado em sua casa, no bairro Novo Mundo, em Várzea Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, a equipe da Polícia Militar foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), para se deslocar até o bairro Jardim Novo Mundo, para que fosse averiguada uma denúncia de estupro a menor de idade.

Já no local, os militares fizeram contato com a mãe da menor, que relatou que sua filha de 13 anos, havia lhe revelado que teria sido vítima de abuso sexual há cerca de 15 dias. O agressor seria amigo de seu pai e estava presente na residência.

Disse ainda que não contou aos pais por medo, porque o suspeito havia lhe ameaçado e mandou que não contasse nada. Os agentes conversaram com a menor, que confirmou os fatos e ainda disse que o crime havia sido cometido no dia 11 deste mês em um sitio na região do bairro Jardim Paula 3. Ele aproveitou que estava sozinho com ela para passar as mãos em seus seios e, mediante força física, a obrigou a fazer sexo oral.

Ainda segundo a adolescente, antes do ocorrido o suspeito já vinha a assediando através de ligações telefônicas. Nesta quinta, o suspeito foi até a residência da vítima, que assustada e temendo novo estupro resolveu contar o fato aos pais.

O suspeito que estava na residência foi contido pela família da menor, recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Várzea Grande. O Conselho Tutelar foi acionado e a menor encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), onde será submetida à exames de corpo de delito. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Folha Max

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios