DestaqueMato GrossoPolícia

MT- Ladrão ameaça gerente de banco e é morto por policial ao pegar sacola com R$ 250 mil

Gerente foi rendido por três ladrões ao chegar em casa para almoçar e tomar banho. Para conseguir o dinheiro, os criminosos alegaram que sabiam onde a mulher e os filhos dele estavam.

Um gerente de uma agência bancária foi ameaçado por assaltantes nesta quarta-feira (25/08/21), no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (MT). De acordo com a Polícia Militar, três homens invadiram a casa dele no intervalo do almoço do gerente e o ameaçaram. Um dos suspeitos foi morto por um policial no final do dia quando buscaria uma sacola com dinheiro.

Eles queriam que, ao final do expediente, o gerente fizesse a entrega de uma sacola com R$ 250 mil. Para conseguir o dinheiro, os criminosos alegaram que sabiam onde a mulher e os filhos dele estavam e supostamente monitoravam a família da vítima.

O gerente disse à polícia que foi até a casa para almoçar e tomar banho quando foi surpreendido pelos criminosos.

A vítima foi imobilizada e teve uma faca colocada no pescoço. Ele foi agredido e ameaçado pelos assaltantes.

Os ladrões disseram que queriam que o gerente retirasse R$ 250 mil da agência e entregasse a eles no final do expediente em um local combinado.

O gerente foi liberado e voltou para a agência. Mesmo assustado, conseguiu avisar a mulher dele sobre a situação. A polícia foi comunicada e entrou em contato com o gerente.

No momento da entrega do valor combinado, um policial estava deitado no carro do gerente aguardando os criminosos.

Um homem se aproximou do automóvel para buscar o dinheiro, mas percebeu a presença do policial. Ele tentou atirar e foi baleado duas vezes pelo policial.

Os policiais socorreram o suspeito até o hospital, mas ele não resistiu. Um revólver calibre 32 estava com ele.

Buscas foram feitas na região, mas os outros assaltantes não foram localizados. O caso será investigado pela Polícia Civil de Mato Grosso.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios