CorrupçãoDestaqueMato GrossoPolícia

MT- PF prende policiais civis e militares em operação

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (04/11/20), a Operação Cérberus, que investiga uma organização criminosa formada por policiais e ex-policiais, civis e militares, voltada ao tráfico de drogas e extorsão. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária na Capital, expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Alguns dos investigados possuem antecedentes criminais extremamente violentos, com passagens por extorsão, homicídio e tráfico de drogas.

A PF apreendeu celulares, veículos e armas de fogo. A justiça determinou o bloqueio de até R$ 5.500.000,00 (cinco milhões e quinhentos mil reais) das contas dos investigados, além do sequestro de veículos e imóveis registrados.

De acordo com a PF, há fortes indícios de que os investigados subtraíram carregamentos de drogas de traficantes e os venderam para outros criminosos. Apurou-se que os investigados ostentam padrão incompatível com seus rendimentos lícitos, abriram empresas de fachada e usaram familiares para ocultar patrimônio.

Durante as investigações, no dia 16 de outubro, após informações repassadas pela Polícia Federal, a Polícia Militar, por meio da Força Tática, realizou uma ação conjunta que resultou na prisão de outros quatro envolvidos, em um flagrante que apreendeu aproximadamente 120kg de cocaína, três veículos, arma de fogo e quase sessenta mil reais em espécie.

A operação tem como objetivo a prisão das lideranças e a descapitalização patrimonial da organização criminosa, a fim de evitar a formação de uma possível milícia no Estado de Mato Grosso.

A operação foi batizada de Cérberus em razão da forma extremamente violenta como agiam os integrantes da ORCRIM, em alusão à mitologia grega do monstruoso cão de três cabeças que guardava a entrada do mundo inferior, o reino subterrâneo dos mortos, deixando as almas entrarem, mas jamais saírem e despedaçando os mortais que por lá se aventurassem.

Fonte Canarana em Foco / por: MT Repórter

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios