AgronegócioDestaqueNotícias

No Pará, indígenas bloqueiam BR-163 e escoamento de grãos é afetado

De acordo com informações da PRF, cerca de 100 indígenas participam do protesto contra a construção da ferrovia Ferrogrão

Índios da aldeia de Kayapós, localizada no sudeste do Pará, bloqueiam desde a segunda-feira, 17, a BR-163, rota importante no escoamento de grãos do Centro-Oeste. Com isso, o tráfego de veículos está completamente parado, onde as filas chegaram atingir três quilômetros, impedindo a passagem de caminhões de carga e até mesmo o fornecimento de água em regiões próximas.

Foto: Polícia Rodoviária Federal/ Divulgação

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, cerca de 100 indígenas participam do protesto contra a construção da ferrovia Ferrogrão e pedem medidas contra o avanço do coronavírus nas aldeias. Ainda segundo o órgão oficial, uma liminar de retirada já foi encaminhada aos líderes do protesto e o objetivo é liberar a via até o fim desta terça-feira, 18.

Foto: Polícia Rodoviária Federal/ Divulgação

O trecho liga importantes regiões produtoras de soja e milho de Mato Grosso ao porto fluvial de Miritituba, em Itaituba (PA), de onde barcaças levam grãos até os portos do Rio Amazonas para serem exportados.

Canal Rural

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios