DestaqueMato GrossoNaturezaNotícias

Nuvem de gafanhotos causa prejuízos em propriedade rural de MT

Técnicos da Empaer auxiliaram produtor que teve pomar destruído; gafanhotos poderiam atingir áreas de milho na região de Proxoréu

Uma nuvem de gafanhotos atingiu uma propriedade rural localizada no município de Poxoréu (MT). Devido à intensidade do ataque dos insetos, técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) tiveram que auxiliar o dono da lavoura, que teve perdas em alguns pomares por conta dos gafanhotos, que estavam se aproximando de lavouras de milho em propriedades vizinhas.

No início da última semana, o agricultor Almiro Franco percebeu a praga em seu pomar e que avançava para a lavoura do milho. O técnico da Empaer Fernando Thiago explica que foram recomendadas para o produtor duas opções: o controle químico ou os inseticidas biológicos.

Ataque gafanhotos

Nuvem de gafanhotos destruiu vegetação em propriedade rural (Foto: Empaer)

 

Segundo destacou a Empaer, o produtor contou que ficou desesperado e sem saber o que fazer. “Eles já comeram toda folhagem das mangueiras, goiabeiras e dos cajueiros. É desolador ver 15 anos de trabalho e dedicação desaparecer em horas. Agora começaram na lavoura do milho. Aqui, é a primeira vez que isso acontece”.

“Uma aplicação aérea com controle químico afetaria as áreas vizinhas por estarem próxima das casas do Distrito. Tem ainda a opção do uso do jato dirigido com bombas motorizadas atingindo a parte mais baixa e que diminui a incidência com a aplicação dos inseticidas biológicos à base de Beauveria bassiana ou Metarhizium anisopliae. Nesse caso, o processo é mais lento por ser biológico e não atingir os insetos mais desenvolvidos”.

 

ataque gafanhotos

Folhagens dos cajueiros foram consumidas pelos gafanhotos. Foto: Empaer

 

Segundo o técnico da Empaer, o produtor foi instruído para adotar a melhor maneira para controlar a praga. “Já percebemos que os insetos estão seguindo para as propriedades vizinhas e a incidência será maior assim que perceberem o fim da vegetação e buscando mais alimento”.

O secretário de Desenvolvimento, Agricultura e Meio Ambiente, José Nilton Pereira dos Santos, disse que é a primeira vez que a cidade registrou uma infestação de gafanhoto. “Logo que recebemos a informação, fomos à propriedade e confirmamos o ocorrido. Já entramos em contato também com uma equipe do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea) para auxiliar em orientações. Percebemos que a nuvem segue para as propriedades vizinhas do senhor Almiro”.

 

Canal Rural

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios