DestaqueEstupro de vulnerávelMato GrossoPolícia

Polícia Civil cumpre prisão de homem suspeito de abusar do próprio filho em Sorriso

Um homem suspeito de estupro de vulnerável cometido contra o próprio filho teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, neste sábado (17/04/21), em Sorriso -MT.

O suspeito, de 44 anos, era investigado desde maio de 2019 quando a avó da criança registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Sorriso relatando que desconfiava dos abusos cometidos contra o neto, na época com cinco anos de idade.

Segundo as informações, a criança constantemente apresentava hematomas e reclamava de dores nas partes íntimas. A mãe da criança não acreditava que o filho estivesse sofrendo os abusos e não levava o menino ao médico.

Durante as investigações, a vítima foi ouvida em depoimento especial e relatou os abusos praticados pelo pai. Com base nas evidências colhidas, foi decretada a prisão preventiva do suspeito que foi cumprida neste sábado pelos policiais da Delegacia de Sorriso.

Em ação coordenada pelo delegado José Getúlio Daniel, o suspeito foi localizado em sua  na empresa recuperadora e tornearia, no bairro Industrial, onde teve a ordem de prisão cumprida. Ele foi conduzido à Delegacia de Sorriso para as providências de praxe e posteriormente colocado á disposição da Justiça.

Assessoria/Polícia Civil-MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios