DestaqueMato GrossoPolícia

Polícia Civil identifica menor que abandonou recém-nascido em Cáceres

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres MT. Identificou a adolescente de 15 anos responsável pelo abandono de um recém-nascido na quarta-feira (03/02/21), no município. A menor responderá por abandono de incapaz.

O bebê do sexo masculino foi abandonado em frente a uma residência no bairro Cavalhada, ocasião em que a dona da casa ouviu uma pessoa batendo palmas no portão e quando saiu se deparou com a criança na área do imóvel. O Conselho Tutelar foi acionado e o recém-nascido foi encaminhado para Hospital São Judas Tadeu para receber cuidados médicos necessários.

Assim que foi acionada, a equipe da Delegacia da Mulher iniciou o trabalho investigativo para esclarecer os fatos, realizando a oitiva de testemunhas, pesquisas em hospitais e farmácias em buscas de pessoas que adquiriram medicamentos para pós-parto e outras diligências que levaram a identificação e localização da jovem.

A adolescente foi encontrada em estado bastante debilitado e também foi internada no Hospital São Judas Tadeu, onde está recebendo cuidados medidos e é acompanhada pela equipe do Conselho Tutelar.

De acordo com a delegada da DEDM de Cáceres, Judá Maali Pinheiro Marcondes, o caso que antes era investigado pela Delegacia da Mulher, com a autoria identificada, deverá ser encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

“Foi um trabalho muito valoroso realizado pelos policiais, que rapidamente, conseguiram identificar a mãe da criança, prestar apoio necessário e esclarecer os fatos”, disse a delegada.

 

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios