DestaquePolícia

POLÍCIA -Olha só quem foi preso: homem que torturou as filhas em SC

O homem de nome Carlos Aimar Pereira da Silva (vulgo Nene), foi preso pela Polícia Civil de Santa Catarina, após publicar vídeo nas redes sociais, humilhando e agredindo as próprias filhas para se vingar da ex-mulher, por não aceitar o fim do relacionamento.

As crianças foram conduzidas para à Delegacia local, foram amparadas pelos policiais civis e militares; o Conselho Tutelar está cuidando das crianças e prestando ajuda psicológica.

Ambas estão em local seguro neste exato momento.
Foi aberto inquérito policial que segue em Segredo de Justiça.

O homem de nome Carlos Aimar Pereira da Silva (vulgo Nene), foi preso pela Polícia Civil de Santa Catarina, após publicar vídeo nas redes sociais, humilhando e agredindo as próprias filhas para se vingar da ex-mulher, por não aceitar o fim do relacionamento.

As crianças foram conduzidas para à Delegacia local, foram amparadas pelos policiais civis e militares; o Conselho Tutelar está cuidando das crianças e prestando ajuda psicológica.

Ambas estão em local seguro neste exato momento.
Foi aberto inquérito policial que segue em Segredo de Justiça.

Graças à Deus as mesmas foram resgatadas!

O fato ocorreu no seguinte endereço: Rua Guarani, nº 24, bairro Benedito, município de Indaial de Cima, Santa Catarina-SC, CEP: 89.084-640.

Fonte:rsagora

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios