DestaqueMato GrossoPolícia

Policial é preso no Nortão acusado de assaltar agência dos Correios; R$ 32 mil recuperados;Vídeo

A Polícia Militar confirmou, que um soldado foi preso, esta manhã, acusado assaltar a agência dos Correios, em Feliz Natal (130 quilômetros de Sinop). De acordo com comandante do 11° Batalhão em Sinop e tenente-coronel da Polícia Militar, Pedro Miguel de Sousa, o policial foi preso em flagrante pelo crime de assalto. Ele está lotado no município de Vera.

“Nós estamos dando a resposta necessária para esse tipo de situação. O crime ocorreu hoje pela manhã. O policial foi preso juntamente com um comparsa após assaltar a agência dos Correios. Agora, vamos concluir o boletim de ocorrência, apresentar o policial e o outro acusado na delegacia de Polícia Civil”.

O comandante da PM confirmou a recuperação de ao menos R$ 32 mil que foram levados da agência. “Ocorreu também a recuperação de duas armas calibres 38, que era do segurança. Além da apreensão de um simulador de pistola”.

Pedro Miguel explicou que agora deve ser aberta uma portaria de conselho que poderá decidir pela exclusão do policial da Polícia Militar. “Essa é uma das sanções, confirmado em 100% a participação dele”.

Esse é o segundo caso envolvendo policial na região. Na semana passada, um soldado da Polícia Militar e sua namorada, de 21 anos, também foram presos acusados de tráficos de drogas em Sinop. A jovem foi localizada no bairro Jardim Maringá e o policial estava em serviço quando foi conduzido pelo tenente responsável pelas guarnições de plantão à delegacia de Polícia Civil.

Fonte: Só Notícias

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios