DestaqueMato GrossoPolíticaSaúde

População de MT será obrigada a usar máscara de proteção a partir do dia 13, determina governo

O decreto que institui o novo programa de prevenção determina que empresas públicas e privadas têm até o dia 12 de abril para fazer as orientações a seus colaboradores e clientes sobre o uso das máscaras

O governador Mauro Mendes lançou, nesta sexta-feira (3), a campanha “Eu cuido de você e você cuida de mim”, determinando que toda a população do estado use máscaras de proteção contra a infecção pelo coronavírus, a partir do dia 13 de abril.

De acordo com o governador, essa é uma medida para tentar diminuir a disseminação do vírus, principalmente em cidades com transmissão local ou comunitária.

Mato Grosso já tem 41 casos confirmados de Covid-19, entre eles está a primeira morte pela doença, que foi registrada em Lucas do Rio Verde, a 360 km da capital.

O decreto que institui o novo programa de prevenção determina que empresas públicas e privadas têm até o dia 12 de abril para fazer as orientações a seus colaboradores e clientes sobre o uso das máscaras.

A partir do dia 13 de abril, fica estabelecido em todo o território mato-grossense o uso obrigatório das máscaras de proteção, mesmo que elas sejam artesanais.

Mendes afirmou que a data será o prazo para que todas as empresas e estabelecimentos que continuarem em funcionamento durante a pandemia providenciem máscaras aos seus funcionários.

O governo publicou nas redes sociais um vídeo mostrando como as máscaras artesanais podem ser feitas. Elas podem ser lavadas e reutilizadas.

Mauro Mendes ressalta que as orientações do governo ainda são as mesmas, apesar do novo decreto do governo, aprovado no dia 26 de março, liberar o funcionamento do comércio desde que sejam seguidas as normas de prevenção.

“Nós reconhecemos a potência letal dessa desse vírus. Emitimos no início dessa semana um decreto que suspende os demais decretos. Mas a orientação continua: aqueles que puderem, devem ficar em casa. Grupos de risco devem ficar em casa. As aglomerações continuam proibidas”, explica.

O governador explica que nesse momento, cabe às prefeituras emitirem decretos sobre as medidas de cada cidade.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios