Covid-19DestaqueMato Grosso

Prefeito proíbe consumo de tereré em cidade de Mato Grosso

O prefeito de Poconé MT, Atail Marques do Amaral (Tatá Amaral), decidiu proibir o consumo de tereré (ou similar) em locais públicos da cidade, como forma de conter a propagação do novo coronavírus.

O decreto é do último dia 28 de janeiro e já está em vigor na cidade.

“Fica expressamente proibido o consumo de tereré ou similar, seja de forma individual ou compartilhada em locais públicos”, diz trecho do decreto nº 009 de 28 de janeiro de 2021, assinado pelo prefeito.

 

Além disto, o gestor ainda proibiu qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração, tais como shows, música ao vivo, cinema, teatro, casa noturna e congêneres, festas e confraternizações familiares e congêneres, ainda que realizadas em âmbito domiciliar, com intensa e especial fiscalização pelos agentes fiscais, inclusive com apoio policial.

Foram liberados eventos sociais com no máximo 20 pessoas, respeitado o limite de 50% da capacidade máxima do local, tendo como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5 m (um metro e meio) entre elas.

Olhar Direto

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios