Covid-19DestaqueMato Grosso

Prefeitos de 8 municípios de MT determinam fechamento de boates e proíbem eventos por causa da Covid-19

O decreto prevê ainda a proibição o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos. Festas também estão proibidas.

Os prefeitos dos municípios Barra do Garças, Pontal do Araguaia, General Carneiro, Araguaiana, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Novo São Joaquim e Torixoréu, assinaram um decreto, na sexta-feira (08/01/21) para tentar conter o avanço do coronavírus na região Araguaia de Mato Grosso.

Entre as medidas estão o fechamento temporário de boates, a proibição de realização de eventos nos próximos 15 dias, a limitação do número de pessoas em diversos locais e a determinação de horário para o funcionamento de bares e restaurantes.

Os detalhes desse decreto foram discutidos na última quinta-feira (07/01/21), durante uma reunião realizada na prefeitura de Barra do Garças.

O prefeito de Barra, Adilson Macedo (PSD), afirma que a saúde pública está fragilizada e por isso foi preciso tomar essa atitude.

O prefeito explica que o novo decreto também foi construído com a ajuda dos comerciantes e empresários locais, que foram consultados. Embora não haja um lockdown, a fiscalização será constante.

Os comércios que não cumprirem com o decreto serão notificados e, se insistirem, podem perder, provisoriamente, o alvará de funcionamento.

Os mercados e hipermercados, assim como as academias e igrejas, também devem funcionar com até 50% da lotação máxima, de acordo com a área total definida no alvará de funcionamento e também na planta do corpo de bombeiros, além de cumprir com as demais medidas de prevenção.

O decreto prevê ainda a proibição o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, assim como festas também estão proibidas.

O decreto também prevê o distanciamento social nas filas de bancos. Os clientes devem ficar em até um metro e meio de distância um do outro.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios