DestaqueMato GrossoPolíticaQuerênciaSaúde

QUERÊNCIA- DECRETO Nº. 2.178/2020 DE 30 DE JULHO DE 2020.




DECRETO Nº. 2.178/2020
DE 30 DE JULHO DE 2020.

“DISPÕE SOBRE NOVAS MEDIDAS PARA
MINIMIZAR A PROLIFERAÇÃO, ENTRE A
POPULAÇÃO, DO CORONAVÍRUS, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA – MT”.
O FERNANDO GORGEN, Prefeito Municipal de Querência – MT,
usando das atribuições que lhes são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

CONSIDERANDO que foram tomadas medidas de contenção da proliferação do COVID-19, a partir do Decreto n. 2.148 de 23 de junho, Decreto n. 2.158 de 01 de julho, Decreto n. 2.163, Decreto nº2.170 de 15 de Julho, Decreto nº2.175/2020 de 23 de Julho, todos do ano de 2020.

CONSIDERANDO As medidas adotadas pelo Decreto Estadual
nº573/2020, de 23 de Julho de 2020.

DECRETA:

Artigo 1º – Fica prorrogado por mais 07 (sete) dias, o
Decreto Municipal n. 2.175, iniciando-se no dia 31 de julho até 06 de Agosto de 2020, com as seguintes alterações.

Artigo 2º – As academias deverão funcionar com capacidade de atendimento de no máximo 50% (cinquenta por cento),com a observância das normas de saúde, uso de mascaras por todos,álcool em gel, higienização nos aparelhos, pisos, paredes e demais
benfeitorias. Fica proibida a presença de crianças menores de 12
anos nos estabelecimentos;

Artigo 3º – Missas e cultos deverão funcionar com 50%
(cinquenta por cento) de sua capacidade, da qual deverão
intercalar uma cadeira vazia e uma ocupada, com distanciamento
mínimo de 1,5 (um metro e meio) metros por pessoa, uso de mascaras
e álcool em gel.

Artigo 4º Altera-se o Art. 2º do Decreto 2.170/2020,
constando que será permitido o uso de mesa com no máximo 04
(quatro) cadeiras, obedecendo as normas sanitárias de
distanciamento.

Artigo 5° – A fiscalização ficará a cargo da Policia Militar, Policia Civil, Vigilância Sanitária e Fiscais de Tributos
do Município.

Artigo 6º – O Município adotará medidas de orientação e conscientização a população através dos meios de comunicação,alertando sobre a necessidade do isolamento social nas próximas semanas e a necessidade de permanecerem em suas residências.

Artigo 7º – As diretrizes consignadas neste Decreto serão reavaliadas semanalmente com a participação dos membros do Comitê de Enfrentamento do COVID do Município.

Artigo 8º – Este Decreto entra em vigor na data de 31 de
julho de 2020, com validade até 06 de Agosto de 2020.
Gabinete da Prefeitura Municipal de Querência, 30 de julho de
2020.

Prefeito Municipal de Querência

 

 

 

DECRETO Nº. 2.170/2020  DE 15 DE JULHO DE 2020.

 

“DISPÕE SOBRE NOVAS MEDIDAS PARA MINIMIZAR A PROLIFERAÇÃO, ENTRE A POPULAÇÃO, DO CORONAVÍRUS, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA – MT”.

O FERNANDO GORGEN, Prefeito Municipal de Querência – MT, usando das atribuições que lhes são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

 

CONSIDERANDO que foram tomadas medidas de contenção da proliferação do COVID-19 por 21 dias, a partir do Decreto n. 2.148 de 23 de junho, Decreto n. 2.158 de 01 de julho e Decreto n. 2.163 de 10 de julho todos do ano de 2020.

 

CONSIDERANDO a publicação do Boletim Informativo Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Mato Grosso número 127 de 13 de julho de 2020, rebaixando a classificação do Município de Querência.

 

DECRETA:

Artigo 1º – No Parque Municipal Lago Azul e praças publicas as atividades de exercícios físicos deverão ser realizadas seguindo as recomendações estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde, com o uso de mascaras, distanciamento de no mínimo 2 metros;

Artigo 2º – Bares, lanchonetes, restaurantes, sorveterias, conveniências e demais estabelecimentos congêneres,  somente será permitido o funcionamento obedecendo todas as recomendações dos órgãos competentes com a higienização das mãos dos funcionários e clientes, uso de mascaras e álcool em gel. A capacidade de lotação do estabelecimento comercial será de 40% (quarenta por cento), sendo permitido o uso de mesa com no máximo 02 (duas) cadeiras por mesa.

Artigo 3º – Os estabelecimentos comerciais poderão funcionar até as 22 horas; E aqueles com atendimento delivery/serviço de entrega, poderão trabalhar internamente após esse horário;

Artigo 4º – Permanece proibido a realização em locais particulares as confraternizações, aniversários, casamento e demais eventos que cause aglomeração de pessoas.

Artigo 5º – As academias deverão funcionar com capacidade de atendimento de no máximo 40% (quarenta por cento), com a observância das normas de saúde, uso de mascaras por todos, álcool em gel, higienização nos aparelhos, pisos, paredes e demais benfeitorias. Fica proibido a presença de crianças menores de 12 anos nos estabelecimentos;

Artigo 6º – Missas e cultos deverão funcionar com 33% (trinta e três por cento) ou 1/3 (um terço) de sua capacidade, da qual deverão intercalar duas cadeiras vazias e uma ocupada, com distanciamento mínimo de 02 (dois) metros por pessoa, uso de mascaras e álcool em gel. Sugere-se que se use fita zebrada para marcação das cadeiras que não estejam ocupadas por pessoas.

Artigo 7º – Fica proibido a realização de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração, tais como shows, danceterias, pubs ou congêneres;

Artigo 8º – Fica proibido o uso de campos de futebol,  ou outro lugar ou atividade que tenha mais do que 04 (quatro) pessoas no local praticando o esporte. Fica proibido a realização de quaisquer esportes que causem contato físico.

Artigo 9º – Em caso de descumprimento o infrator poderá ser penalizado com multa equivalente a 05 (cinco) Unidade Padrão Fiscal – Mato Grosso, por pessoa, além das penalidades previstas no Código Penal. Caso seja pessoa jurídica, as aplicações das penalidades Código Tributário Municipal, além da suspensão ou cassação do alvará de funcionamento, dependendo da gravidade.

Artigo 10º – Os serviços indispensáveis não sofreram restrições de horário e funcionamento tais como, farmácias, postos de combustíveis, serviços funerários, serviços de segurança e outros que se julgar necessário pela Administração Municipal;

Artigo 11º – Fica proibido a locomoção de qualquer cidadão no território do Município de Querência, no período compreendido entre as 22:30 horas às 05 horas.

Paragrafo Único – Excetuam-se da proibição disposta no caput do presente artigo:

I – estabelecimentos hospitalares;

II – farmácias e laboratórios;

III – funerárias e serviços relacionados;

IV – serviço de segurança publica e privada;

V – serviços de taxi e moto táxi de transporte individual remunerado de passageiros;

VI – profissionais da área da Saúde;

VII – servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Agricultura, Administração ou de outra Secretaria, quando em pleno exercício da função;

VIII – comercialização de medicamentos e/ou gêneros alimentícios mediante sistema delivery.

IX – postos de combustíveis.

Artigo 12º – Permanece proibido à entrada de mais de um membro do grupo familiar nos Mercados, supermercados e atacadistas.

§1º – Fica Proibido a entrada de crianças menores de 12 (doze) anos nos mercados, supermercados e atacadistas, sendo que a fiscalização ficará a cargo dos comércios. O não cumprimento deste Decreto poderá acarretar ao estabelecimento comercial a cassação do Alvará de Funcionamento e demais sanções previstas no Código Tributário Municipal.

§ 2º – Em caso de violação ao artigo, caberá a aplicação de multa equivalente a 05 UPF –Unidade Padrão Fiscal – Mato Grosso, por pessoa, além das penalidades previstas no Código Penal.

Artigo 13º– Aquela pessoa que for diagnosticada com o Coronavirus – COVID, deverá realizar a quarentena de 14 (quatorze) dias em isolamento total em sua residência, conforme orientação médica. Caso seja flagrado o descumprimento da quarentena poderá ser multado em 05UPF Unidade Padra Fiscal – MT, além de responder criminalmente, conforme artigos do Código Penal.

Artigo 14º – A fiscalização ficará a cargo da Policia Militar, Policia Civil, Vigilância Sanitária e Fiscais de Tributos do Município.

Artigo 15º – O Município adotará medidas de orientação e conscientização a população através dos meios de comunicação, alertando sobre a necessidade do isolamento social nas próximas semanas e a necessidade de permanecerem em suas residências.

Artigo 16º – As diretrizes consignadas neste Decreto serão reavaliadas semanalmente com a participação dos membros do Comitê de Enfrentamento do COVID do Município.

Artigo 17º – Este Decreto entra em vigor na data de 17 de julho de 2020, com validade até 23 de julho de 2020.

Gabinete da Prefeitura Municipal de Querência, 15 de julho de 2020.

Fernando Gorgen

Prefeito Municipal de Querência

 

 

>>>>>>>>>>

DECRETO Nº. 2.158/2020 DE 10 DE JULHO DE 2020.

“DISPÕE SOBRE A PRORROGAÇÃO DO DECRETO E NOVAS MEDIDAS PARA MINIMIZAR A PROLIFERAÇÃO, ENTRE A POPULAÇÃO, DO CORONAVÍRUS, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA – MT”.

FERNANDO GORGEN, Prefeito Municipal de Querência – MT, usando das atribuições que lhes são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

CONSIDERANDO a publicação do Decreto do Estado de Mato Grosso n. 532 de 24 de junho de 2020, da qual alterou e instituiu a classificação de risco dos Municípios em relação ao Coronavírus e as recomendações a serem adotadas.

CONSIDERANDO a classificação que o Município de Querência se encontra no momento.

DECRETA:

Artigo 1º – Fica prorrogado por mais 07 (sete) dias, na integra os Decreto Municipais n. 2.148/2020 e 2.158/2020, iniciando-se no dia 10 de julho até 16 de julho de 2020, além das demais medidas adotadas neste Decreto.

Artigo 2º – Fica proibido à entrada de mais de um membro do grupo familiar nos Mercados, supermercados e atacadistas.

§ 1º Fica Proibido a entrada de crianças menores de 12 (doze) anos nos mercados, supermercados e atacadistas, sendo que a fiscalização ficará a cargo dos comércios. O não cumprimento deste Decreto poderá acarretar ao estabelecimento comercial a cassação do Alvará de Funcionamento e demais sanções previstas no Código Tributário Municipal.

§ 2º– Em caso de violação ao artigo, caberá a aplicação de multa equivalente a 05 UPF – Unidade Padrão Fiscal – Mato Grosso, por pessoa, além das penalidades previstas no Código Penal.

Artigo 3º – Poderá ocorrer a apreensão do veiculo e condução forçada de pessoas pelas autoridades, em decorrência do descumprimento do toque de recolher.

Artigo 4º – Fica delegado as Policias Civil e Militar, em caráter excepcional, e pelo período de vigência deste Decreto, os poderes de fiscalização pertencentes.

Artigo 5º – As diretrizes consignadas neste Decreto serão novamente reavaliadas, sendo que a revisão ocorrerá daqui 07 (sete) dias, com a participação do Comitê de Enfrentamento do COVID do Município.

Artigo 6º – Este decreto entra em vigor na data de 10 de julho de 2020.

Gabinete da Prefeitura Municipal de Querência, 10 de julho de 2020.

Fernando Gorgen

Prefeito Municipal de Querência

 

Outros Decretos…

DECRETO Nº. 2.158/2020 DE 01 DE JULHO DE 2020.

“DISPÕE SOBRE A PRORROGAÇÃO DO DECRETO E NOVAS MEDIDAS PARA MINIMIZAR A PROLIFERAÇÃO, ENTRE A POPULAÇÃO, DO CORONAVÍRUS, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA – MT”.

 

 

FERNANDO GORGEN, Prefeito Municipal de Querência – MT, usando das atribuições que lhes são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

 

CONSIDERANDO a publicação do Decreto do Estado de Mato Grosso n. 532 de 24 de junho de 2020, da qual alterou e instituiu a classificação de risco dos Municípios em relação ao Coronavírus e as recomendações a serem adotadas.

 

CONSIDERANDO a classificação que o Município de Querência se encontra no momento.

 

DECRETA:

 

Artigo 1º – Fica prorrogado por mais 07 (sete) dias, na integra o Decreto Municipal n. 2.148/2020, iniciando-se no dia 02 de julho até 09 de julho de 2020, além das demais medidas adotadas neste Decreto.

 

Artigo 2º – Fica determinada a suspensão das atividades no Parque Público Lago Azul (Bets), bem como nos equipamentos públicos comunitários em geral, tais como, praças, quadras poliesportivas, miniestádios, ginásios de esportes e congêneres, com o fito de evitar a aglomeração de pessoas em tais locais públicos.

 

Artigo 3º – Fica proibido atividades educacionais de curso profissionalizante de idiomas.

Artigo 4º – A proibição de funcionamento de estúdios, academias de ginástica, crossfit, pilates, zumba, muay thai, fisioterapia, hidroginástica e congêneres, mesmo em ambientes ao ar livre. Somente com prescrição médica que poderá ser concedido o funcionamento, comprovado por Laudo de Profissional Habilitado. E, ainda, uma pessoa por atendimento.

 

Artigo 5º – Fica acrescido o parágrafo único ao artigo 8º do Decreto Municipal n. 2.148/2020, com a seguinte redação.

Artigo 8º (…)

 

Parágrafo Único – Em caso de violação ao artigo, caberá a aplicação de multa equivalente a 05 UPF – Unidade Padrão Fiscal – Mato Grosso, por pessoa, além das penalidades previstas no Código Penal.

 

Artigo 6º – Fica determinada a proibição de locomoção de qualquer cidadão no território do Município de Querência, no período compreendido entre as 22 horas às 05 horas.

§ 1º Excetuam-se da proibição disposta no caput do presente artigo:

I – estabelecimentos hospitalares;

II – farmácias e laboratórios;

III – funerárias e serviços relacionados;

IV – serviço de segurança publica e privada;

V – serviços de taxi e moto táxi de transporte individual remunerado de passageiros;

VI – profissionais da área da Saúde;

VII – servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Agricultura, Administração ou de outra Secretaria, quando em pleno exercício da função;

VIII – comercialização de medicamentos e/ou gêneros alimentícios mediante sistema delivery.

IX – postos de combustíveis.

Artigo 7º – Poderá ocorrer a apreensão do veiculo e condução forçada de pessoas pelas autoridades, em decorrência do descumprimento do toque de recolher.

Artigo 8º – Fica delegado as Policias Civil e Militar, em caráter excepcional, e pelo período de vigência deste Decreto, os poderes de fiscalização pertencentes.

Artigo 9º – As diretrizes consignadas neste Decreto serão novamente reavaliadas, sendo que a revisão ocorrerá daqui 07 (sete) dias, com a participação do Comitê de Enfrentamento do COVID do Município.

 

Artigo 10º – Este decreto entra em vigor na data de 02 de julho de 2020.

 

Gabinete da Prefeitura Municipal de Querência, 01 de julho de 2020.

Fernando Gorgen

Prefeito Municipal de Querência

 

 

DECRETO Nº. 2.148/2020 DE 23 DE JUNHO DE 2020.

 

“DISPÕE SOBRE MEDIDAS PARA MINIMIZAR A PROLIFERAÇÃO, ENTRE A POPULAÇÃO, DO CORONAVÍRUS, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE QUERÊNCIA – MT”.

O FERNANDO GORGEN, Prefeito Municipal de Querência – MT, usando das atribuições que lhes são conferidas pela Lei Orgânica do Município.

CONSIDERANDO a publicação do Decreto do Estado de Mato Grosso n. 522 de 12 de junho de 2020, da qual institui a classificação de risco dos Municípios em relação ao Coronavírus e as recomendações a serem adotadas.

CONSIDERANDO a classificação que o Município de Querência se encontra no momento.

DECRETA:

Artigo 1º – Fica proibido a realização de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração, tais como shows, jogos de futebol, casa noturna e congêneres;

Artigo 2º – Bares, lanchonetes, restaurantes, sorveterias e estabelecimentos congêneres somente será permitido a venda na modalidade delivery ou retirada no balcãonão permitindo a venda e o consumo de alimentos no local, sequer organização das mesas e cadeiras;

Artigo 3º – Proibido a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento comercial, somente a venda delivery ou retirada no balcão;

Artigo 4º – Todos os estabelecimentos comerciais deverão funcionar até as 20 horas, exceto aqueles com atendimento delivery/serviço de entrega, que poderão trabalhar internamente;

Artigo 5º – Os serviços indispensáveis não sofreram restrições de funcionamento tais como, farmácias, postos de combustíveis, serviços funerários, serviços de segurança e outros que se julgar necessário pela Administração Municipal;

Artigo 6º – Restaurantes e lanchonetes poderão servir alimentação no local somente para o almoço, compreendendo o horário das 10hs as 14hs, vedado a venda e o consumo de bebida alcoólica;

Artigo 7º – Proibido o consumo de bebidas alcoólicas ou narguilé em locais públicos, seja, praças, ruas, beira de rio ou lago e locais congêneres;

Artigo 8º – Proibição da realização em locais particulares de confraternizações, aniversários, casamento e demais eventos que cause aglomeração de pessoas;

Artigo 9º – Proibido a abertura de academias de ginastica;

Artigo 10º – Proibido a realização de missas, cultos e outros estabelecimentos que realizam eventos ou aglomerações de pessoas.

Artigo 11º – A fiscalização ficará a cargo da Policia Militar, Policia Civil, Vigilância Sanitária e Fiscais de Tributos do Município.

Artigo 12º – O Município adotará medidas de orientação e conscientização a população por meio dos meios de comunicação, alertando sobre a necessidade do isolamento social nas próximas semanas e a necessidade de permanecerem em suas residências.

Artigo 13º – Em caso de descumprimento deste Decreto, o estabelecimento comercial ficará sujeito a cassação do Alvará de Funcionamento e sanções previstas no Código Tributário Municipal.

Artigo 14º – As pessoas infratoras deste Decreto poderá sofrer as penalidades previstas no Código Penal, art., 268, art., 330 e art., 132.

Artigo 15º – As diretrizes consignadas neste Decreto serão reavaliadas  periodicamente, sendo que a primeira revisão deverá ocorrer a cada 07 (sete) dias, com a participação do Comitê de Enfrentamento do COVID do Município, sendo todas as terças feiras, as 14:30hs, na sede da Secretaria de Assistência Social.

Artigo 16º – Este decreto entra em vigor na data de 25 de junho de 2020.

Gabinete da Prefeitura Municipal de Querência, 23 de junho de 2020.

Fernando Gorgen

Prefeito Municipal de Querência

 

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios