Covid-19DestaqueMato GrossoQuerência

Querência ganha aumento de casos após festa de réveillon, prefeito rebate: “Não obriguei ninguém a ir lá”

O evento promovido pela prefeitura no dia 31 de dezembro, contou com centenas de pessoas, que incluindo o prefeito, estavam aglomeradas e sem a utilização de máscara facial.

Após várias repercussões negativas em relação a realização do réveillon 2021 no município de Querência, o prefeito reeleito, Fernando Gorgen (DEM), se pronunciou durante entrevista concedida a Rádio Interativa FM na sexta-feira (15/01/21), afirmando estar tranquilo em relação as críticas, pois “Não obriguei ninguém a ir lá”, disse.

O evento promovido pela prefeitura no dia 31 de dezembro, contou com centenas de pessoas, que incluindo o prefeito, estavam aglomeradas e sem a utilização de máscara facial, como foi possível ver nas imagens divulgadas pela TV Câmara de Querência que cobriu a festa (Imagens no final da matéria). No local, o prefeito contou sobre sua satisfação de poder realizar a festa, pois “Querência é de um povo que trabalha muito, e quem trabalha bastante merece uma diversão, fazer uma festa”, contou.

Ainda na entrevista pela Rádio , o prefeito assume que o município contou com vários tipos de confraternização de final do ano, como as finais do campeonato de futebol de salão e a exibição das luzes de natal na praça municipal, mas rebate que também houve confraternizações de empresas e em residências. “Se tem um culpado é todos nós”, afirma.

Aumento dos casos

Até o dia 1° de janeiro, Querência registrou 1.202 casos confirmados pela Covid-19 desde o começo da pandemia, passados 15 dias depois do evento, a cidade apresentou um aumento de 86 casos de contaminação, chegando a 1.288 infectados, conforme foi divulgado pelo último boletim da Secretária Municipal de Saúde.

A cidade que antes apresentava nenhuma taxa de ocupação em seus quatro leitos de saúde, nesta sexta registrou 100% de lotação, além de transferir para Unidades de Terapia Intensiva (UTI) três pacientes mais graves.

Os números de casos ativos também aumentaram de 16 para 52 nesta primeira quinzena do ano.

Segunda onda

Apesar das realizações das festividades, o prefeito afirma que a segunda onda do vírus é real e pede a população procurar um médico assim identificar algum sintoma da doença.

O primeiro grande aumento dos casos de contaminação em Querência aconteceu em junho do ano passado, quando a cidade atingia 245 infectados. Na época o número de contagio era visto com muita preocupação para as autoridades de saúde em relação a falta de estrutura hospitalar. O município que possui 17,9 mil habitantes obtinha um percentual de 14 infectados a cada mil habitantes.

Hoje a cidade que conta com 1.288 pessoas infectadas possuí um percentual de quase 79 pessoas contaminadas por cada mil habitantes.

Novo decreto

Com base nos aumentos de pacientes infectados e da taxa de ocupação dos leitos, a prefeitura lançou um novo decreto com medidas restritivas que começam a valer neste sábado (16).

Conforme o documento, o uso de máscara é obrigatório dentro dos estabelecimentos, além do distanciamento social.

Também é obrigatório a disponibilidade de álcool em gel nas entradas.

 

Semana 7

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios