BrasilDestaquePolíticaSaúde

Secretário de Vigilância do Ministério da Saúde deixa o cargo

Wanderson de Oliveira sai nesta 2ª Feira É defensor do isolamento social Governo não aponta sucessor

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, deixará o cargo nesta 2ª feira (25.mai.2020). A saída dele foi definida em 15 de abril, mas ele permaneceu mais algumas semanas a pedido dos ex-ministros Henrique Mandetta e Nelson Teich para ajudar no processo de transição da pasta.

O pedido de demissão é feito durante a pandemia da covid-19 –doença causada pelo novo coronavírus. Defensor do isolamento social, Wanderson era uma das autoridades do ministério que mais participavam de entrevistas com orientações à sociedade sobre as medidas que devem ser adotadas neste período de crise.

“Apesar de sair da função de Secretário de Vigilância em Saúde, continuarei ajudando ao Ministro Pazuello nas ações de resposta à pandemia. Somos da mesma instituição, Ministério da Defesa e conosco é missão dada, missão cumprida”, disse Wanderson, em comunicado aos colegas.

Doutor em epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Wanderson tem mais de 20 anos de experiência, sendo 15 deles no Ministério da Saúde. Ele é servidor público federal. Tem passagens pelo Ministério da Defesa e Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Poder 360

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios