DestaqueMato GrossoSaúde

SINOP/MT-Criança de 8 anos morre de dengue hemorrágica

Uma criança de 8 anos, cujo seu nome não foi revelado, morreu de dengue hemorrágica em Sinop (a 478 km de Cuiabá). O caso aconteceu no final de dezembro e foi confirmado ao Olhar Direto pela assessoria da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Há um outro caso com morte que está sob investigação pela Pasta.

Segundo a Prefeitura, a criança teria sido atendida inicialmente em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município antes de morrer, mas não soube informar a data exata do óbito. Apenas que a criança morreu no final de dezembro, de dengue hemorrágica.

Até o final de dezembro, de acordo com a Prefeitura, foram registradas 3.074 notificações da doença, das quais 722 casos foram confirmados. Por este motivo, uma série de medidas estão sendo adotadas para combater a dengue no município.

A força-tarefa fluiu para a criação de uma sala de situação de monitoramento emergencial de controle e combate ao mosquito, anexo ao Centro de Endemias e será coordenado por um biólogo cedido pelo Ministério da Saúde ao município. Para somar nos serviços haverá uma integração dos Agentes de Combate às Endemias com os Agentes Comunitários de Saúde.

Também será realizada a contratação de mais 60 profissionais para atuarem no combate a endemias. Além, disso, haverá a aquisição de cinco novas bombas costais motorizadas para intensificar os bloqueios de casos.

Quase 17 mil notificações em Mato Grosso

Durante 2019, o estado de Mato Grosso registrou 16.992 casos notificados que foram investigados para ver se tratavam de casos confirmados. Em 2018, o número foi menor, quando foi registrado 10.029 casos. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), o estado mato-grossense está com o grau de risco alto. Entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, apenas Cuiabá e Várzea Grande estão com nível baixo.

Fonte:Semana7

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios