DestaqueMato Grosso

Sitiante é picado por cobra surucucu e morre em Mato Grosso

O morador de um assentamento em Cláudia, a 608 km de Cuiabá, morreu, na segunda-feira (18), após ser picado por uma cobra surucucu. Ademir Dias da Silva, de 50 anos, chegou a ser socorrido e medicado, mas não resistiu e morreu.

O caso ocorreu no sábado (16), no Assentamento Keno, zona rural do município. A vítima recebeu os primeiros socorros na Unidade de Pronto Atendimento da cidade, porém, devido à gravidade do caso, foi encaminhado para o Hospital Regional de Sinop, a 503 km da capital.

De acordo com informações da coordenadora do Centro de Imunização de Sinop, a vítima precisou tomar um soro específico, que é o soro antilaquético, que é indicado para o tratamento do envenenamento causado por picada de serpentes das espécies corais.

No Escritório Regional de Saúde, em Sinop, haviam somente cinco ampolas desse soro, que foi fornecido a Ademir, porém, foi insuficiente para o quadro de saúde dele.

Como não havia mais doses do soro na cidade, o paciente foi transferido para o Pronto Socorro de Cuiabá, onde morreu.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que o Estado vem recebendo do Ministério da Saúde quantitativo de soro antiofídico abaixo do necessário. Isso pode ocasionar falta em alguns municípios. Entretanto, o Estado tem atendido as 16 regionais com distribuição de forma estratégica.

Fonte:Cenário MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios