AgriculturaAgronegócioDestaqueMato Grosso

Vídeo: silo fica abarrotado e 320 mil sacas de milho ficam do lado de fora

Segundo produtora de São José de Xingu (MT), a produção de milho safrinha na propriedade rendeu 20% a mais em relação à safra passada

Um vídeo mostra um armazém abarrotado, com milhares de toneladas de milho espalhados ao redor do equipamento. As imagens são de São José de Xingu (MT), município próximo a Porto Alegre do Norte, no nordeste mato-grossense, e circulou em grupos de redes sociais entre os produtores, sindicato rural e Secretaria da Agricultura locais nesta terça-feira (03/03/21).

Terminada no último dia 29, a colheita do milho safrinha na Fazenda Pesa Três rendeu cerca de 20% a mais do que na temporada de 2019/2020. No total, os produtores colheram 520 mil sacas em quatro mil hectares (área com 900 ha a mais do que na safra passada). “Nós tivemos uma safra muito boa, mesmo diante de tantos problemas com o clima. Nosso silo não comportou tudo, então tivemos que botar no chão”, conta a proprietária rural Valquíria Abreu.

Em vídeo, o registro dos grãos para fora do silo chama a atenção. Confira abaixo:

 

 

Valquíria calcula que 320 mil sacas ficaram do lado de fora — o silo tem capacidade para armazenar 200 mil sacas. “Já começamos a construção de mais dois silos para o ano que vem”, diz. O investimento nos dois novos armazéns é de algo entre R$ 9 milhões, segundo a produtora. “Para a próxima safra de soja, já vai estar tudo certinho”, acrescenta. A previsão é de que os armazéns fiquem prontos em setembro.

A safra de soja de 2021/2022, na Fazenda Pesa Três, deve ocupar 4,6 mil hectares: acréscimo de 600 hectares sobre a área atual (a mesma ocupada, em seguida, pelo milho de inverno). A produtividade cresceu para 152 sacas por hectares em 2020/2021, antes 150 sacas/ha na temporada anterior. “Estamos mexendo com lavoura desde 2014 e temos obtidos bons resultados”, afirma Valquíria.

Canal Rural

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios