DestaqueMato GrossoPolícia

CUIABÁ-Pai é preso suspeito de dopar a filha e estuprá-la durante uma semana

Ela relatou à Polícia Militar, que na quarta-feira (22), seu pai lhe deu um remédio, que ela não sabe qual é, e que ela perdeu a consciência. Ao acordar de madrugada, o pai estava a estuprando.

Um pai foi preso nessa segunda-feira (27) suspeito de ter dopado a filha de 17 anos e a estuprado em Cuiabá.

Ela relatou à Polícia Militar, que na quarta-feira (22), seu pai lhe deu um remédio, que ela não sabe qual é, e que ela perdeu a consciência. Ao acordar de madrugada, o pai estava a estuprando.

Segundo a vítima, desde então os abusos foram diários, chegando a acontecer até cinco vezes por dia.

Nessa segunda-feira, ao perceber que seria estuprada novamente, a vítima conseguiu correr para o banheiro da casa e começou a gritar. Uma testemunha ouviu os gritos e entrou na casa.

A testemunha disse aos policiais que ao entrar no local, viu o pai segurando a filha.

Ao perceber que havia sido flagrado, o pai tentou fugir, mas foi impedido pela testemunha e pelo porteiro do condomínio em que a família mora.

Eles acionaram a Polícia Militar, que encaminhou o suspeito para a Central de Flagrantes algemado.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa e dos Direitos da Criança e do Adolescente de Cuiabá, investiga o caso.

Fonte:G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios