DestaqueMato GrossoNotícias

Garimpeiro morre soterrado por pedra em Mato Grosso

Um homem morreu soterrado na manhã desta quarta-feira (21/04/21) ao ser atingido por um deslizamento de terra em um buraco dentro de um garimpo ilegal conhecido com “Garimpo da Fofoquinha” da Serra Dourada no município de Pontes e Lacerda-MT.

Segundo a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Judson Fernandes de Morais, de 26 anos, o local é de difícil acesso e se encontra em uma área bastante incline, o que dificultou o acesso do Corpo de Bombeiros.

Familiares disseram que ele estava no garimpo há dias e trabalhava em um buraco de mais de 10 metros de profundidade. Judson deixa dois filhos e esposa.

Testemunhas disseram à Polícia Militar que o buraco era bastante precário e que parte da terra e pedras desmoronaram e atingiu o garimpeiro dentro do buraco, soterrando-o.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, porém o garimpeiro já estava em óbito.

Os bombeiros realizaram a retirada do corpo do homem, depois de horas de trabalho desde as 9h da manhã, por volta das 17h foi possível retirar o corpo do garimpeiro.

 

5d36c8a6-000f-40cf-b603-73905a8ebc0c.jpg

Garimpo ilegal

A região de Pontes e Lacerda é conhecida pelos vários pontos de garimpos ilegais, espalhados por várias  áreas de serra e mata.

No mês passado, a Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Alfeu no garimpo ilegal de ouro no interior da Terra Indígena Sararé.

A desocupação e a inutilização foram determinadas pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Cáceres/MT, participaram da ação 50 policiais federais e 110 militares do Exército Brasileiro.

 

Cáceres Notícias / Cenário MT.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios