DestaqueMato GrossoPolícia

Aldeia de Raoni sofre atentado com 29 tiros disparados; polícia investiga crime

O local fica nas terras Capoto-Jarinã em São José do Xingu, lideradas pelo cacique Raoni Metuktire, internacionalmente conhecido

A Polícia Civil investiga o atentado a tiros contra aldeia Piaraçu, na região da MT-322, em São José do Xingu,na noite da segunda (24/08/20). O local fica nas terras Capoto-Jarinã, lideradas pelo cacique Raoni Metuktire, internacionalmente conhecido. Ao todo, 327 indígenas residem na área onde houve o crime.

Conforme relato dos moradores, dois homens chegaram numa Toyota Hilux preta, destruíram a barreira sanitária construída para manter o isolamento social, invadiram as terras e efetuaram 29 disparos. Em seguida, fugiram sentido São José do Xingu. A aldeia fica a aproximadamente 1h20 do local onde o líder indígena e cacique Raoni Metuktire reside.

A aldeia Piaraçu é liderada pelos caciques Bedjay Metuktire e Megaron Txucarramae, cunhado de Raoni. Os representantes acionaram a polícia, que foi até o local e registrou boletim de ocorrência.

Em nota, o Insituto Raoni salientou que “de imediato, os indígenas estão mantendo distância da entrada do território para que não sejam surpreendidos por um novo ataque”.

Além disso, consta que o Instituto repudia toda e qualquer manifestação de violência, desrespeito e intolerância contra os indígenas e exige uma resposta das autoridades em relação a esse ataque.

Raoni ficou uma semana internado em Sinop, com quadro infeccioso mês passado. O líder indígena passou por uma série de exames. Inicialmente foi atendido em Colíder e depois transferido. Teve alta dia 25 de julho.

RD News

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios