DestaqueMato GrossoPolícia

Dono de restaurante de Nova Xavantina é preso por furto de energia

O proprietário de um restaurante em Nova Xavantina foi preso pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (06/10), por crime de furto de energia elétrica. O suspeito, de 60 anos, utilizava a rede de iluminação pública para furtar a energia para o estabelecimento.

A investigação iniciou assim que a Delegacia de Nova Xavantina foi comunicada sobre o dono de um estabelecimento comercial, localizado em uma das praias da cidade, que vinha praticando o crime conhecido popularmente como “gato” de energia.furto de energia nova xavantina pjc mt

Conforme a denúncia, o suspeito utilizava a rede de iluminação pública para furtar energia elétrica do município. Com base nas suspeitas os policiais civis acompanhados dos técnicos da empresa Energisa foram até o local onde constataram a veracidade dos fatos.

Durante a diligência, foi desligado o disjuntor do padrão do restaurante, e os oito aparelhos de ar-condicionado de aproximadamente 24 mil btu’s cada, continuaram funcionando normalmente. Em seguida foi desligado o disjuntor da Prefeitura Municipal e toda energia dos dois andares do imóvel foi suspensa, bem como os aparelhos de ar-condicionado, geladeiras e freezers pararam de funcionar.

Diante das verificações, o dono do restaurante foi levado para Delegacia de Polícia, e interrogado pelo delegado Raphael Diniz Garcia, sendo lavrado o flagrante pelo crime de furto de energia. O preso efetuou o pagamento da fiança arbitrada pela autoridade policial, e responderá ao inquérito instaurado pela Polícia Civil em liberdade.

Assessoria PJC-MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios