Auxílio EmergencialDestaqueMato GrossoPolícia

PF faz operação contra fraudes no auxílio emergencial em MT e outros 7 estados

Em Várzea Grande foi cumprido um mandado de busca e apreensão e sequestro de bens.

A Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (17/06/21) a Operação Sexta Parcela, que apura fraudes no auxílio emergencial em Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo.

Em Várzea Grande foi cumprido um mandado de busca e apreensão e sequestro de bens.

No total estão sendo cumpridos 35 mandados de busca e apreensão, 02 mandados de prisão temporária, 1 mandado de prisão preventiva e 12 mandados de sequestro de bens, perfazendo um total de aproximadamente R$ 410 mil bloqueados por determinação judicial.

Os trabalhos realizados são resultantes de uma união de esforços denominada Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, CAIXA, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

Os objetivos da atuação são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes, além de recuperar os valores para ao governo.

A Polícia Federal já realizou a deflagração de 98 operações policiais visando ao combate às fraudes aos benefícios emergenciais, com a expedição de mais de 380 mandados de busca e de 50 mandados de prisão.

G1 MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios