DestaqueMato GrossoPolíciaPolítica

Operação da PF cumpre mandado no TCE; dois conselheiros são alvos

Afastados do TCE desde 2017, Waldir Teis e José Carlos Novelli voltam a ser alvos da Polícia Federal

Policiais federais cumprem, neste momento, mandados de busca e apreensão na sede do Tribunal de Contas do Estado. A ação faz parte da 16ª fase da Operação Ararath.

Ainda não há detalhes sobre os fatos que levaram à operação de hoje. Oficialmente, a Polícia Federal explica que o processo corre em segredo de Justiça e não pode fornecer maiores informações.

Além da sede do TCE, um dos alvos conhecidos da operação é o conselheiro afastado da corte, José Carlos Novelli. Policiais cumprem mandados de busca e apreensão em um apartamento de sua propriedade, mas que não é a residência onde mora, e numa propriedade rural ligada a ele.

Outro alvo da operação é o conselheiro Waldir Júlio Teis. Policiais estiveram em sua residência, no bairro Quilombo, Assim como Novelli, ele também está afastado da corte de contas desde 2017.

As informações são de que outros mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos. Não teria mandado de prisão a ser cumprido.

José Carlos Novelli e Waldir Teis foram afastados do cargo em setembro de 2017 no âmbito da Operação Ararath. Na ocasião, foram delatados pelo ex-governador Silval Barbosa acusado de receber, junto com outros três conselheiros do TCE, propina para aprovar as contas do ex-governador de  MT, bem como não criar empecilhos nas fiscalizações de obras da Copa do Mundo e do programa MT Integrado. Além dele, foram afastados dos cargos os conselheiros Antonio Joaquim, Valter Albano e Sérgio Ricardo de Almeida.

 

Galeria de Fotos

Folha Max

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios