DestaqueEstupro de vulnerávelMato GrossoPolícia

Mãe ouve choro e flagra pai estuprando a filha de 14 anos em cidade de MT

Homem de 34 anos foi denunciado pela esposa após ter sido flagrado estuprando a própria filha, uma menor de 14 anos, na cidade de Campo Verde MT, na madrugada deste domingo (08/11/20). Ele chegou a fugir, mas acabou preso em pela Polícia Militar.

De acordo com as informações, PM foi acionada por volta das 3h, quando a mãe da vítima ouviu a filha chorando. A menina contou que o pai tirou a sua roupa e a estuprou.

Segundo a vítima, ela tentou impedir o crime, mas foi enforcada pelo agressor, que usou a força física para consumar a violência sexual. A mãe ouviu a menina chorando e flagrou o crime.

 

Enquanto ela acionada a PM, o homem fugiu da casa. Mas, em rondas, ele foi localizado na casa da sua mãe, em um dos bairros da cidade. Preso, foi encaminhado para a delegacia.

 

Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a menor, que assistida da mãe, esteve na delegacia e registrou o caso sob os cuidados da Polícia Civil.

Segundo a vítima, ela tentou impedir o crime, mas foi enforcada pelo agressor, que usou a força física para consumar a violência sexual. A mãe ouviu a menina chorando e flagrou o crime.

 

foi localizado na casa da sua mãe, em um dos bairros da cidade. Preso, foi encaminhado para a delegacia.

 

 

Gazeta Digital

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios