Destaque

Assessor de Leonardo morre após ser atingido por tiro em fazenda do cantor em Jussara

Um assessor do cantor Leonardo morreu atingido por um disparo de arma de fogo nesta quinta-feira (04/03/21) na fazenda Talismã, de propriedade do artista, localizada em Jussara, no noroeste do estado. Nilton Rodrigues, conhecido como Passim, trabalhava no meio artístico há 30 anos.

A assessoria de imprensa do cantor informou que a morte foi acidental. Segundo a Polícia-Técnico Científica (PTC), a vítima foi atingida por disparo de arma de fogo e a Polícia Civil vai apurar o caso.

A assessoria da PTC informou ainda que equipes de Perícia Criminal e de Medicina Legal fizeram a perícia no local e no corpo com o objetivo de fornecer suporte técnico-científico às investigações da polícia.

O cantor Zé Felipe, filho de Leonardo, postou vídeo com Passim em sua rede social nesta noite e disse que “não dá para acreditar” na perda do amigo.

No vídeo, Zé Felipe e Passim brincam juntos e o artista pede para que o amigo não morra nunca.

“Se você morrer, eu desenterro você e ponho em pé de novo”, diz Zé Felipe.

A noiva de Zé Felipe, Virginia Fonseca, postou uma imagem de luto na rede social e lamentou a morte de Passim.

“Infelizmente perdemos uma pessoa muito especial para nós. Que Deus conforte a família. Vamos sentir sua falta Passim”, escreveu.

Amigos de Passim também postaram mensagens de luto nas redes sociais e fizeram homenagens.

Zé Felipe e Passim — Foto: Reprodução/Instagram

Zé Felipe e Passim — Foto: Reprodução/Instagram

Virginia Fonseca, noiva de Zé Felipe, posta imagem de luto em rede social sobre morte do Passim — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Virginia Fonseca, noiva de Zé Felipe, posta imagem de luto em rede social sobre morte do Passim — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

G1 GO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios