DestaqueLucas do Rio VerdeMato GrossoPolícia

MT- Esposa chicoteada pelo marido foi salva após enviar conta de luz pelo WhatsApp

A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde MT, conseguiu salvar a jovem que era agredida com fios de cobre pelo marido, após ela enviar uma foto da conta de luz no WhatsApp da mãe mostrando o endereço de onde ela estava sendo mantida presa.

A mulher morava em Jauru (SP) e chegou recentemente na cidade de Lucas. Seu marido, identificado como R.T.S., de 27 anos, não deixava a jovem sair de casa e nem falar com familiares ou vizinhos.

Na manhã de quinta-feira (17/12/20), a jovem conseguiu pegar um celular e ligar para sua mãe. Ela contou estar sendo mantida em cárcere privado e era agredida constantemente pelo marido.

A filha mandou uma foto de uma conta de energia para a mãe, onde mostrava seu endereço, com essa informação em mãos, a mulher foi até uma delegacia de Jauru e denunciou as agressões contra sua filha.

A Polícia Civil acionou a delegacia de Lucas do Rio Verde sobre o caso e iniciaram as diligências até a residência. No local, os investigadores encontraram a mulher sozinha na casa. Ela confirmou as agressões sofridas e que era proibida de sair de casa e também de falar com os vizinhos.

A jovem estava muito assustada e chorando. Ela disse que era agredida frequentemente pelo marido e que na noite anterior ele teria batido no rosto dela e a espancado com um fio de cobre.

Um tempo depois, o homem chegou na casa e foi preso. Na residência, os policiais encontraram ainda duas televisões frutos de receptação. As investigações sobre o caso continuam sendo realizadas pela Polícia Civil.

 

Repórter MT

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios